Empresa da 'máfia dos pedágios' pega na Lava Jato no Paraná abocanha aeroportos enquanto Ratinho Jr reza com Bolsodiabo

Empresa da 'máfia dos pedágios' pega na Lava Jato no Paraná abocanha aeroportos enquanto Ratinho Jr reza com Bolsodiabo

Compartilhe nas redes sociais!

Máfia dos Pedágios agora também será máfia dos aeroportos>>>

RELEMBRE>>> Máfia dos Pedágios sobe tarifa em 40% no Paraná e Ratinho Jr volta para a toca

RELEMBRE>>> Ratinho Jr 'não vê problema na participação de empresas corruptas em novas concessões do pedágio'

RELEMBRE>>> Gleisi, Requião, Richa e as propinas/doações do Cartel dos Pedágios no Paraná


A CPC (Companhia de Participações em Concessões), que pertence ao grupo CCR, levou os aeroportos do Bloco Sul no leilão realizado nesta quarta-feira (7), na B3, em São Paulo.

O valor ofertado pela companhia foi de R$ 2,128 bilhões, ágio de 1.534,36%.

No Paraná, pelos próximos 30 anos, a CCP administrará os aeroportos de Londrina, Foz do Iguaçu (Oeste) e dois na Região Metropolitana de Curitiba, Afonso Pena e Bacacheri.

O Bloco Sul inclui ainda os aeroportos de Navegantes (SC), Joinville (SC), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS). O contrato prevê investimentos de R$ 2,85 bilhões. A oferta do CCR equivale a um ágio de 1.534,36% e ao dobro da segunda proposta, feita pela espanhola Aena, que ofereceu R$ 1,05 bilhão. O bloco teve ainda um terceiro interessado, Infraestrutura Brasil Holding, que ofereceu R$ 300 milhões.

Siga-nos nas redes sociais:






Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863
Leia também
X