Gleisi, Requião, Richa e as propinas/doações do Cartel dos Pedágios no Paraná

Gleisi, Requião, Richa e as propinas/doações do Cartel dos Pedágios no Paraná

Compartilhe nas redes sociais!

Conforme a 48ª fase da Lava Jato escancarou, a alta classe política do Paraná, eleitos e reeleitos por mentecaptos, está metida até o talo com o Cartel dos Pedágios.  A Gazeta do Povo, por exemplo, diz que 'empresa investigada já doou para Richa, Gleisi e Requião'

Isso, já era óbvio para os despertos, os poucos que sabem observar atentamente os detalhes das coisas da vida e a postura das pessoas, especialmente, dos politicopatas.

Contudo, o que vem à lume no momento, com caminhões de documentos, provas e mais provas é que Gleisi Petrolão (PT), Roberto Requião (PMDB) e Beto Quadro Negro Lava Jato Richa (PSDB) molharam a mão em propinas travestidas de "doações legais" advindas do dinheiro roubado do povo através de de pedágios cobrados de maneira ilegal, já que os pedágios deveriam ser até 18% mais baratos e não 25% mais caros, conforme apurou a Força Tarefa.

Por hora, os cupinchas, ladrões de confiança de Beto Richa mas que outrora também foram ligados ao 'Requeijão', estão presos. Outros ainda irão para a jaula em breve.

O que se observa disso?

O mesmo modus operandi do Mensalão, Petrolão, BNDES-salão, Caixolão se repete com a Máfia dos Pedágios, quer dizer, PT, PMDB e PSDB unidos no saque do dinheiro do povo para enriquecerem seus politicopatas e de quebra serem eleitos e reeleitos nas urnas venezuelanas com dinheiro roubado do povo, mas que os marginais apelidam de 'doações legais devidamente registradas no TSE'.

E não é só Gleisi, Richa e Requião, tem muito deputado, prefeito, vereador, assessor e outros 'coringas' que receberam 'tais propinas travestidas de doações legais'. Muita gente ainda será desmascarada.

Aguardem.

Veja mais sobre isso aqui, se quiser.

(Emerson Rodrigues, editor geral responsável pelo FCS Brasil, para os blogs da mídia livre no Brasil e no Exterior)

Siga-nos nas redes sociais:






Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863
Leia também
X