Depois do mensalão e do petrolão do PT, Brasil tem o CLOROQUINÃO do Bolsonaro

Depois do mensalão e do petrolão do PT, Brasil tem o CLOROQUINÃO do Bolsonaro

Compartilhe nas redes sociais!

Bolsonaro agora diz que cloroquina é placebo, porém, usou as forças armadas pra distribuir milhões de comprimidos pelo Brasil 

 
LADROAGEM, CORRUPÇÃO, TRÁFICO DE INFLUÊNCIA E SUPERFATURAMENTO DE CLOROQUINA .

BRASIL PASSA DE 230 MIL MORTOS, GRANDE PARTE, EM FACE DA CAMPANHA DE ATENTADOS À SAÚDE PÚBLICA COM DESINFORMAÇÃO SOBRE TRATAMENTO PRECOCE E PREVENTIVO DE UM VÍRUS MORTAL QUE NÃO SE TEM TRATAMENTO PREVENTIVO E PRECOCE, APENAS VACINA 'MEIA BOCA' E OLHE LÁ. 

Mesmo assim, Bolsonaro fez o diabo desde o início da Pandemia, mentindo, pregando fake news e tratamentos que não existem com medicamentos sabidamente inúteis contra o SARS-COV-2.

Por quê?

Atrás de tanto lobby e propaganda do presidente mostrando caixas de cloroquina a todo o momento pode estar um negócio multi-milionários que serviu para enriquecer ainda mais a família Bolsonaro, além de favorecê-la politicamente, às custas de milhares de mortos, milhões de adoecidos, quebradeira geral da economia e aumento do desemprego que atingiram em cheio milhões de brasileiros, dentre os quais, um número grande de pessoas que caíram no 'conto da cloroquina de Bolsonaro' como tratamento preventivo ou precoce enhanoso, mentiroso, criminoso, já que todos sabem que se trata de um vírus mortal, para o qual não tem tratamento precoce.

O SARS-COV-2, já fez 2,3 milhões de mortos pelo mundo, 230 mil no Brasil e infectou 106 milhões de pessoas por todo o Planeta.

E no Brasil, Bolsonaro pregou tratamento precoce com cloroquina.

O MPF abriu investigações diversas sobre isso desde meados de 2020, mas com o PGR cooptado por Bolsonaro, assim como a maioria do Congresso que levou mais de R$ 3,5 bilhões em emendas, A COISA SEGUE ENROLADA. 

MAS, CONTUDO, COM BOLSONARO TENTANDO SE LIVRAR DA CLOROQUINA DESDE FINAL DE 2020, EVIDENCIANDO A MUTRETA, A COISA PODE ESQUENTAR E BOLSONARO PODE CAIR DO CAVALO.

RELEMBRE>>>
 

Bolsonaro sabe que cometeu crime de responsabilidade escancarado.

Por isso, Bolsonaro comprou o Congresso (302) deputados e (57) senadores  para escapar de cassação e cadeia.

A COISA TODA COM A CLOROQUINA É CASO SIM DE CRIME DE RESPONSABILIDADE, IMPEACHMENT, CASSAÇÃO, CADEIA EM BANGU 8 OU COMPLEXO MÉDICO PENAL DE PINHAIS PARA BOLSONARO E SUA GANGUE.

AGORA...

Bolsonaro agora diz que cloroquina é placebo para tentar escapar de crime de responsabilidade.

Porém, o Capitão Cloroquina usou forças armadas para distribuir, pelo menos, 5,4 milhões de comprimidos

GAME OVER.

'Se' 'se' 'se' o Brasil tivesse um Congresso independente.

Como não tem Congresso independente mas um bando de sanguessugas politicopatas, o Capitão Cloroquina seguirá impune.

BOLSONARO MANDOU PRODUZIR, SUPERFATUROU, COMPROU SUPERFATURADO, FEZ O DIABO E AGORA TENTOU SE LIVRAR DA PROVA DO CRIME, O MEGA ESTOQUE DE CLOROQUINA.







VAI VENDO

BOLSONARO TENTA SE LIVRAR DAS PROVAS, SEGUNDO O ANTAGONISTA:

https://www.oantagonista.com/brasil/bolsonaro-mobilizou-cinco-ministerios-exercito-e-aeronautica-para-distribuir-cloroquina/

Jair Bolsonaro mobilizou pelo menos cinco ministérios, uma estatal, dois conselhos da área econômica, Exército e Aeronáutica para distribuir a cloroquina — medicamento sem eficácia comprovada contra a Covid-19 — a todo o país, segundo levantamento da Folha.

Distribuir o medicamento virou uma política de governo, com atos dos Ministérios da Saúde, Defesa, Economia, Relações Exteriores e Ciência e Tecnologia. Envolve desde a orientação técnica para o uso até o fornecimento final da substância, passando por isenções de impostos e facilitações na circulação do produto.”

O Ministério da Saúde, de acordo com uma ferramenta da pasta, distribuiu 5.416.510 comprimidos de cloroquina e 481.500 comprimidos de hidroxicloroquina. Os medicamentos foram enviados principalmente ao Norte e Nordeste. Os resultados falam por si.


Siga-nos nas redes sociais:






Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863
Leia também
X