Com Luladrão solto pelo STF, as lacrações voltaram a se intensificar na velha mídia

Com Luladrão solto pelo STF, as lacrações voltaram a se intensificar na velha mídia

Compartilhe nas redes sociais!

Antes de tudo, que fique claro: o amor é livre, sem preconceitos, assim como o choro, que é livre. Gosto é como cuh, cada um tem o seu.

Mas a verdade é essa: lacração e mais lacraçã é o que se vê.

Observem atentamente que, após as liberação do Ladrão Ratão de 9 dedos pelo STF, com auxílio do acordão de Boisonaro com os ladrões do Centrão, ou seja, após a volta de Lulaladrão ao pareo político do Brejil, as lacrações e todo aquele antigo papinho mole da esquerdala sobre minorias que querem que a maioria seja como a minoria, voltaram á tona nos noticiários da velha imprensa vermelha por todo o País.

No último feriadão, por exemplo, o que mais se viu é o filho bi do superman cuja fraqueza agora é a 'Picatonita'. Antes a fraqueza era a Kriptonita.

Ou seja, parece que de Sexta-feira e diante, especialmente, nos feriadões, até segunda meio dia, só ficam estagiários e militantes nas redações, no comandos das postagens dos sites da velha mídia e só dá isso e futilidades sobre as sub-celebridades.

Lacração em cima de lacração.

A VERDADE É QUE A GRANDE VELHA IMPRENSA MUNDIAL SÓ FAZ O QUE O PARTIDO E OS CHEFÕES DOS PARTIDOS MANDAM.

99,999% DOS 'JORNALISTAS', SÃO ZUMBIS DAS IDEOLOGIAS FALIDAS. A MAIORIA DE ESQUERDA. MAS TEM SEMPRE OS FAKE NEWZEIROS E GADOS BURROS DE DIREITA NESSE BOLO DE MILITONTOS.


 

 

(O conteúdo deste artigo é de responsabilidade do autor.)
Siga o FCS Brasil nas redes sociais:

img

Ironic

O que acontece em nosso país, mostrado de uma forma crítica e analítica. Vivendo em um país, numa época que às vezes pensamos em surtar, mas nos contemos e usamos a ironia para combater a ignorância.



Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
Junte-se a nós
X