Offshore = contas bancárias usadas por podres de ricos para receber propinas, lavar de dinheiro, sonegar impostos e fazer outras transações criminosas

Offshore = contas bancárias usadas por podres de ricos para receber propinas, lavar de dinheiro, sonegar impostos e fazer outras transações criminosas

Compartilhe nas redes sociais!

PANDORA PAPERS


Para se ter uma conta desse tipo em Paraíso Fiscal é necessário ter no mínimo US$ 1 milhão de dólares e movimentação de somas acima de US$ 1 milhão de maneira constante, frequente.

É conta de bandidagem rica.

Paulo Guedes usa Offshore pra receber milhões em propinas com lobby, desvalorização do real e outras mutretas enquanto o povo cata restos de osso


Simples assim.

Na prática é exatamente isso que ocorre.

Desgraçados que já são podres de ricos driblam as leis dos Países e movimentam um monte de grana nos paraísos fiscais nas chamadas Offshores.

O exemplo do Paulo Guedes e o Presidente do BC do Brasil: os acionistas minoritários que racham de ganhar dinheiro com a alta criminosa dos combustíveis pela Petrobras e os que lucram com a desvalorização do dólar, na desregulação do câmbio, entre outras jogadas na bolsa de valores, felizes com o Ministro da Economia entreguista do desgoverno do Cornão rachadeiro, propineiro e corruptopata, MANDAM A PROPINA, O AGRADO, OS MIMOS MILIONÁRIOS, MENSALMENTE, NA CONTA DO GUEDES E DE OUTROS CAPTADORES RECEBEDORES, E O GUEDES/OUTROS REPASSAM POR LÁ MESMO A PROPINA AO CORNÃO, AOS LADRÕES DO CENTRÃO E DEMAIS COMPARSAS DO CORNÃO E SEU DESGOVERNO GENOCIDA.

Igualzinho fazia a Odebrecht e a máfia da empreiteiras, a Friboi e a máfia das carnes podres ao PT.

Tudo isso, do Pauno Guedes, PT e outros tantos em outros escândalos comprovam que:


LEIAM O LIVRO: TEORIA DA HUMANIDADE ZERO DO EGHUS KANINNRI E VOCÊS ENTENDERÃO COMO 1% DOS MEGA RICOS AGEM NO MUNDO.


 

(O conteúdo deste artigo é de responsabilidade do autor.)
Siga o FCS Brasil nas redes sociais:



Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
Junte-se a nós
X