A era dos idiotas e as redes umbrais sociais

A era dos idiotas e as redes umbrais sociais

Compartilhe nas redes sociais!

Vivemos a era dos idiotas e a era das redes umbrais sociais.

A tendência é a deterioração da humanidade.

Para entender melhor, leia nossos textos atualizados nos links abaixo.

Leia nossos textos e livros: Clube de Autores

Leia nosso blog: realismologia


 

Petisco:

A ERA DOS IDIOTAS, BURROS E IMBECIS'.

OU AINDA, 'A VINGANÇA DO NEANDERTAL CONTRA O HOMO SAPIENS, ATINGINDO O HOMO SAPIENS SAPIENS.

Após essa era de ignorância e imbecilidade, que já vem de longa data na história humana, mas que tomou corpo e vem numa crescente desde 2000, potencializada posteriormente pelo advento das redes sociais, e dramaticamente agravada pelas sequelas da Pandemia do vírus Sars-coV-2 2020-2023, a humanidade entra na era da 'Idiota-cracia', de fato.

O Brasil, nesse caso, se não for a maior, é uma das maiores 'Idiota-cracias', com o maior número de idiotas e imbecis gratuitos, ou seja, por escolha própria,  por metro quadrado do Planeta.

Além da evidente e incomensurável burrice de que é dotado e que faz questão de mostrar para o mundo todo via redes sociais, principalmente no Facebook e no TikTok, o IDIOTACRATA é a carência afetiva patológica em pessoa, o auto-iludido, o estúpido e ignorante que concentra todas as suas frustrações de uma existência medíocre e quase nula e as materializa na idolatria fanática e explícita, na bajulação descarada e no culto a personalidades igualmente doentias, em especial, na idolatria a figuras criadas pela propaganda histórica, como os religiopatas, mitos e fakes,  artistopatas, politicopatas e corruptopatas.

Nenhum outro povo, por mais imbecil que seja, até agora conseguiu superar a Idiotacracia brasileira.  

A maioria do povo brasileiro é expert em endeusar canalhas e, sobretudo, principalmente, lhes tornar podres de ricos. Lula e Bolsonaro são dois pequenos exemplos dessa idolatria idiotacrata na Politicopatia brasileira, que já vem desde que Pedro Álvares Cabral pisou em território Tupiniquim em 23 de Abril de 1.500, mas que tomou forma, corpo, cara e jeito de andar com a intensificação da polarização política na última década

 

Contudo, podemos ver a mesma idolatria idiotacrata, que ocorre na política, ocorrendo em relação a indivíduos de programas de reality show, medíocres que do nada se tornam 'deuses do entretenimento', artistopatas em geral, mas em especial, artistopatas da "música" de massa, no futebol, enfim, em todas as áreas onde se vende um produto a ser consumido e não arte, música, cultura, esporte, entretenimento original verdadeiro ou ao menos com um  pingo de honestidade intelectual.

O idiotacrata, de fato, não apenas idolatra, ele dá lucro e muito lucro porque consome, muitas vezes sem notar, um monte de coisas inúteis, tangíveis e intangíveis.

Além de bajuladores, adoradores e fanáticos doentios, os idiotacratas são consumistas e acumuladores de coisas inúteis por excelência e, por isso, tendem a destruir o Planeta Terra mais rápido do que se imagina.

Por exemplo,  estando na base da pirâmide social, os idiotas-imbecis, os IDIOTACRATAS, que consomem feito uma nuvem de gafanhotos, foram responsáveis pelo aumento das fortunas de alguns poucos bilionários brasileiros que se tornaram US$ 34 bilhões mais ricos com a Pandemia no Brasil.

 

Logo, observe que a Idiotacracia veio para ficar e devorar o que resta da Terra.

Portanto, agir e reagir de maneira INTELIGENTE, direta, perspicaz e contundente contra todo idiotacrata, idiota, burro e imbecil, não é apenas uma TAREFA DE ESCLARECIMENTO, mas, sobretudo, uma questão óbvia de sobrevivência da espécie humana e uma guerra pela preservação do Planeta Terra.

QUARENTENA NA BOLHA

 

Uma das melhores formas de de agir e reagir a um completo idiotacrata é, se for o caso, confrontá-lo em seu âmago, nas ruas próprias bobagens, 'teorias', e após uma brevíssima resposta esclarecedora, bloqueá-lo e baní-lo PARA A SUA SUA BOLHA.

Em razão de ser impossível qualquer diálogo que preste com um idiotacrata, é preciso isolá-lo.

Pode levar muito, mas muito tempo mesmo. Mas, isolados em suas bolhas, os idiotas e imbecis cansarão da própria burrice e implodirão essas bolhas.

Uma vez fora da bolha da mega burrice, se obrigarão  - por questão de instinto humano que busca se encaixar, se integrar, socializar, sobretudo, por uma questão de sobrevivência mesmo -  a se mexerem na vida, a despertarem e procurarem conhecimento e então começarão a ver a luz da vida como é ela é, sendo menos idiotas, pelo menos.  

Obviamente, muitos idiotas nem tentarão melhorar nesta vida intrafísica, outros desistirão e pouquíssimos conseguirão.

Com efeito, repito, cabe a nós os REALISTAS E CONSCIENTES, nos blindar dos idiotas e administrar o amargo mas necessário remédio do isolamento e do banimento.

TAL REMÉDIO DEVE SER APLICADO COM INTELIGÊNCIA E PERSPICÁCIA, não apenas nas redes sociais, mas na vida prática, INDEPENDENTE DE SER PARENTE, AMIGO, CONHECIDO, COLEGA DE TRABALHO E ATÉ MESMO FAMÍLIA.  

Os deixem falando sozinhos em suas bolhas, os bloqueiem, os banam. Se blindem   dos idiotacratas e fanáticos em geral.

É, insisto, uma questão de sobrevivência da espécie humana, do homo sapiens sapiens, e, principalmente, uma guerra pela preservação do Planeta Terra.

(In: Consciencialismo Realista - Eghus Kaninnri, Filosofia da Revolução Realista)

 


 



 

(O conteúdo deste artigo é de responsabilidade do autor.)
Siga o FCS Brasil nas redes sociais:



Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
Junte-se a nós
X