O gado é tão burro que mesmo se Jesus descesse na Terra e falasse que Bolsonaro é um charlatão que só pensa em si mesmo e na própria família, o gado dirá que é 'fake news e papo de comunista'

O gado é tão burro que mesmo se Jesus descesse na Terra e falasse que Bolsonaro é um charlatão que só pensa em si mesmo e na própria família, o gado dirá que é 'fake news e papo de comunista'

Compartilhe nas redes sociais!

Pelo óbvio ululante, indentificar assertivamente e sem sombra de qualquer dúvida, que Bolsonaro é politicopata, corruptopata que só pensa em si mesmo e na própria famiglia, que usa trouxas seguidores como bucha de canhão para suas negociatas e depois os joga fora como lixo, que é mentiroso, charlatão, previsível e medíocre como político, é a coisa mais simples e fácil do mundo.

Mas, para muitos dos poucos gados pingados, seus seguidores fanáticos, da bolha de psicopatas, sociopatas, haters e terroristas de redes sociais, isso parece impossível ou muitíssimo difícil, por quê?

Porque são fanáticos e fanáticos são mergulhados na ignorância e na incapacidade total de reflexão, estudo, leitura, análise, busca pelo conhecimento. O ESCLARECIMENTO é, de fato, algo quase impossível a um fanático do tipo de seguidores de politicopatas como os que seguem o charlatão Bolsonaro, que além de tudo, é corno. 

O que está se tratando neste pequeno exercício cerebral de reflexão, suscitado pelo título jocoso acima?

A questão da verdade. Mais precisamente, a questão da busca da verdade 

Os gados dizem buscar a verdade para se libertar mas quando se deparam com A Verdade de fato, isto é, que Bolsonaro é charlatão e e fidumaégua, que usa as pessoas para atingir seus propósitos tenebrosos, mesquinhos e medíocres e depois as joga fora no lixo, como 99,999% dos políticos, por exemplo, os gados, incapazes de identificar o óbvio ululante, A VERDADE, eles dão meia volta e volvem para a aparência da verdade ou a mentira mais absurda e descarada que se apresente, qual seja, que 'Bolsonaro sabe o que está fazendo, que é estrategista, que deve-se confiar no Capetão, etc etc etc'. Ou seja, os gados, perdidos no fanatismo e na ignorância como o viciado perdido no Crack, nega a realidade, foge da realidade, nega a verdade, foge da verdade e abraça a mentira cômoda, a mentira que lhe agrada e ali, como o viciado em drogas, viaja achando que essa viagem é eterna e absoluta. 

Mas não é só o gado do Bolsonaro corno e charlatão que é assim, negador da realidade, negador da verdade, viciado em mentira.

Há muitos que ainda acreditam no Deus que lhes pregaram e ensinaram, como há muitos que acreditam no além, na vida após a morte como lhes pregam e ensinam, como há muitos que acreditam no big bang com 'a origem' para tudo, sequer cogitando que há muito mais do que há, e que, que é possível ir além na busca da verdade relativa de ponta (já que não há verdade absoluta).

MÉTODO PARA A BUSCA DA VERDADE

Já ouviste falar da Navalha de Ockham? É um conceito científico e filosófico que diz que, dentre várias explicações para um mesmo problema, a resposta mais simples é a mais correta.

Esse conceito, claro, é mais profundo do que o a simplificação exposta aqui. Irônico não? Por isso, a coisa evoluiu com o tempo e hoje existe o chamado:  'Princípio Kiss' que sugere a SIMPLICIDADE TOTAL, ou seja, tornar o que é complexo, algo simples. Ou, também: para que complicar se você pode simplificar?

Como explicar a uma criança de 5 anos que há além da teoria do Big Bang? Que há outras hipóteses e que a origem de tudo pode ser muito mais complexa do que o Big Band mas de fácil compreensão e reflexão? "A origem de tudo é o Big Bang. Tá e o que veio antes do Big Bang? E antes? E antes?". "Deus é a origem de todas as coisas". E  de onde veio Deus? Como Deus se criou? O que havia antes de Deus? Como Deus se tornou Deus? E antes de Deus? E antes? E antes?". O que veio antes, o ovo ou a galinha?". Etc etc etc

A reflexão séria não dispensa trabalho duro de estudo, leitura, pesquisa e aprofundamento do conhecimento, a reflexão não vai nunca pelo caminho do 'menor esforço'. OU SEJA, SIMPLIFICAR NÃO É ACEITAR QUALQUER REPOSTA QUE PAREÇA SIMPLES, É TORNAR ALGO EXTREMAMENTE COMPLEXO RELATIVAMENTE FÁCIL DE SER COMPREENDIDO.

Ou seja, o trabalho de simplificação exige um esforço maior, e por isso mesmo, pelo acúmulo de conhecimentos, vai abrindo caminhos, esclarecendo cada vez mais a Mente e o Espírito, aumentando as possibilidades de um conhecimento maior, rumo à uma Evolução de fato, uma melhoria de fato, humana e espiritualmente.

A reflexão sobre a origem de tudo, por exemplo, nos leva à reflexão sobre o que é certo, errado, bem, mal, bom, mal, santo, pecado, verdade, mentira. Por exemplo, como humanos, na Terra, nossa definição de verdade e mentira, bem e mal, certo e errado são uma, e temos essa definição, na maioria das vezes, como certa, absoluta, universal. Nos achamos 'os maiorais' e nos orgulhamos de nossos filósofos e cientistas, não é?

Mas e se encontramos uma civilização diferente de nós? Qual será a noção deles de certo, errado, bem, mal, bom, mal, santo, pecado, verdade, mentira? Será melhor ou pior que a  nossa e que parâmetros ou critérios poderão dizer qual verdade, bem e mal, certo e errado, explicação para Deus e a origem de tudo são de fato verdadeiros?

O CONHECIMENTO? A EXPERIÊNCIA? A CIÊNCIA? O NOSSO CONHECIMENTO DO UNIVERSO OU O DELES? A NOSSA EXPERIÊNCIA DA VIDA E DA EXISTÊNCIA OU AS DELES? A NOSSA CIÊNCIA OU A DELES?

Qual informação será a correta, mais precisa, mais relatiamente verdadeira?

E se além dessa civilização, nos depararmos com muitas outras? Quais conhecimentos e experiência serão mais verdadeiros? Qual noção de certo, errado, bom, mau, bem, mal, santo, pecado, será tido como A Verdade Relativa de Ponta?

Logo, ao aprofundarmos nessas reflexões, SOMOS 'LITERALMENTE' SIMPLIFICADOS E NOS OBRIGAMOS A NOS ESTABELECER NUMA POSTURA MAIS HUMILDE DIANTE DE TUDO O QUE HÁ OU QUE PODE VIR À SER.

Diante de tais reflexões, à medida que escalamos a montanha do conhecimento em busca da verdade relativa de ponta, sobretudo, do ESCLARECIMENTO, duvidamos de nossa 'verdade', de nosso certo e errado, de nosso bem e mal, de nosso bom e mau, de nosso santo e pecado, de nossa explicação para Deus e da origem de tudo que há.

Contudo, embora pareça que cairemos num abismo sem fim de conjecturas inúteis e de problemas sem respostas, estamos de fato, simplificando nossa compreensão, nossa forma de compreender, e sobretudo, estabelecendo um método mais simples, mais adequado e organizado de reflexão e da busca da verdade, removendo, após observação precisa, o que é peso morto, inútil e ineficaz e, assim, estamos aprimorando nossa visão do Mundo, do Universo, da Vida, da Existência e nos aprimorando enquanto humanos e/ou espíritos em revolução e evolução.

A dúvida como parte do método para compreender melhor, é essencial. Jamais a dúvida erística, sem sentido, apenas por duvidar. Não se pode encontrar 'a verdade relativa de ponta', SEM ANTES DUVIDAR, REFLETIR, TEORIZAR, PESQUISAR, ESTUDAR, LER, APROFUNDAR, RACIOCINAR, MEDITAR, PONDERAR, VIRAR E REVIRAR DE PONTA CABEÇA A COISA TODA.

'PENSE RÁPIDO OU APRESSE-SE DEVAGAR', a verdade, ainda que relativa, só liberta quando é verdade. O óbvio é ululante. isto é, água é água. Vinho é vinho. veneno é veneno.

Diz Raul Seixas na canção 'As aventuras de Raul Seixas na cidade de Thor':

[...] Eu já passei por todas as religiões
Filosofias, políticas e lutas
Aos 11 anos de idade eu já desconfiava
Da verdade absoluta [...]

E tem gente de 60 anos de idade, com experiência de vida que não chega aos pés da capacidade cognitiva, de busca da verdade e esclarecimento de jovens e até crianças hoje em dia. Não é?

SOBRE O PRINCÍÍO KISS:

Este princípio provavelmente teve a sua inspiração nos princípios da Navalha de Occam, e das máximas de Leonard Thiessen "Simplicidade é o último grau de sofisticação"[4], Mies Van Der Rohe "Menos é mais", Albert Einstein "Tudo deve ser feito da forma mais simples possível, mas não mais simples que isso", de Antoine de Saint-Exupéry "A perfeição é alcançada não quando não há mais nada para adicionar, mas quando não há mais nada que se possa retirar". (Wikipédia)
 


(Emerson Rodrigues, editor geral do FCS Brasil. Email: [email protected])

Siga-nos nas redes sociais:


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
X