Universidade do Canadá diz que 'virologista antivacina' de Bolsonaro 'não é professor na instituição'

Universidade do Canadá diz que 'virologista antivacina' de Bolsonaro 'não é professor na instituição'

Compartilhe nas redes sociais!

Mais um 'especialista' do gabinete paralelo dos asnos negacionistas do Jair.

Diz O Antagonista, com infos da Universidade do Canadá:

Zanotto pediu ao Instituto de Ciências Biomédicas da USP —e obteve— licença remunerada de dois anos, alegadamente para lecionar na universidade canadense.

 

“Paolo Zanotto não é professor-adjunto do BCIT. Esse indivíduo contactou o BCIT para organizar uma visita acadêmica de curto prazo, não remunerada e sem caráter docente, relativa a uma pesquisa relacionada à purificação da água”, diz o comunicado da instituição.

“Visitas internacionais desse tipo estão sujeitas a processos internos, de verificação do BCIT, e externos —incluindo a aprovação do Departamento de Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá. O pedido do indivíduo em questão está pendente”, conclui a nota da universidade.

No Twitter, o BCIT afirmou ainda que, ao contrário de Zanotto, “apoia e incentiva fortemente o uso de vacinas aprovadas, citadas por funcionários de saúde canadenses e pela Organização Mundial da Saúde como uma de nossas ferramentas mais fortes na luta contra a Covid”.

Siga-nos nas redes sociais:



Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
X