Bolsonaro e seus sócios do Centrão, perdoam R$ 1,4 bilhão de dívidas das igrejas

Bolsonaro e seus sócios do Centrão, perdoam R$ 1,4 bilhão de dívidas das igrejas

Compartilhe nas redes sociais!

Sócios na ladroagem e na morte.

Os sócios de Bolsonaro na politicagem, ladroagem e genocídio do Centrão, aprovaram, com beijo na bunda de Bolsonaro, dívidas de R$ 1,4 bilhão das igrejas, dívidas essas de entidades sociais e outros mantidos pelas igrejas e que também recebem muita grana do governo para programas anti-drogas, por exemplo.

PILANTRAGEM EM NOME DE JESUS

Com a bênção de Jair Bolsonaro, o Congresso derrubou nesta quarta-feira, 17, o veto presidencial ao perdão a dívidas de igrejas, apesar da delicada situação das contas públicas em decorrência da pandemia da Covid.

Na Câmara, o veto foi votado em bloco e rejeitado com outros itens que faziam parte de um acordo, como trechos do pacote anticrime, da lei de falências e da LDO. O perdão às igrejas deve acarretar uma renúncia tributária de 1,4 bilhão de reais nos próximos quatro anos. (O Antagonista)

 

MAS, REVEJA, TAMBÉM:

Dilma conceDEU R$ 3 bilhões de reais em isenção de impostos para 'máfia das olimpíadas'

Perdão de dívidas bilionárias a ruralistas e 'mamão com açúcar sobre impostos das igrejas evangélicas'

 




 

Siga-nos nas redes sociais:






Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863
Leia também
X