Com repasses de R$ 87 bilhões pro Centrão, Bolsonaro reclama pra pagar R$ 150 reais de auxílio pro povão com início só Deus sabe quando

Com repasses de R$ 87 bilhões pro Centrão, Bolsonaro reclama pra pagar R$ 150 reais de auxílio pro povão com início só Deus sabe quando

Compartilhe nas redes sociais!

Esse é o desgoverno Bolsodiabo.

GOVERNO RECLAMA DE PAGAR AUXÍLIO PRO POVÃO. MAS PRO CENTRÃO: Repasses de Bolsonaro aos ladrões do Centrão passarão de R$ 87,8 bilhões


ISTOÉDINHEIRO -  Há um acordão para pagar R$ 150 a R$ 375 de auxílio pro povão, com início só Deus sabe quando.

Trabalhadores em situação vulnerável por causa da pandemia de covid-19 devem receber quatro parcelas de R$ 150 a R$ 375 na nova rodada do auxílio emergencial, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo.

O valor do benefício muda conforme a composição familiar, e apenas uma pessoa da mesma família poderá receber os valores.

Sob o novo desenho, a estimativa do governo é contemplar 45 milhões de brasileiros.

GOVERNO RECLAMA DE PAGAR

Segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo, o governo calcula um custo extra de R$ 35 bilhões a R$ 40 bilhões com a nova rodada do auxílio emergencial.

Essa despesa ficará fora do teto de gastos, a regra que limita o avanço das despesas à inflação.

O relator da PEC emergencial, senador Marcio Bittar (MDB-AC), incluiu em seu parecer um limite maior, de R$ 44 bilhões, para os gastos com o benefício sem as amarras fiscais.

Mesmo assim, segundo uma fonte ouvida pela reportagem, a intenção do governo é usar até R$ 40 bilhões nos quatro meses de auxílio.

Siga-nos nas redes sociais:






Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863
Leia também
X