Unido com o PT em negócio da China, Flávio Bolsonaro, diz sobre 'o Passivo da Odebrecht': 'é uma pessoa super experiente, equilibrada. Ele me surpreendeu muito'

Unido com o PT em negócio da China, Flávio Bolsonaro, diz sobre 'o Passivo da Odebrecht': 'é uma pessoa super experiente, equilibrada. Ele me surpreendeu muito'

Compartilhe nas redes sociais!

Os Bolsonaros, traíras do Brasil, que estão em negócio bilionário com o partido comunista chinês e a Huawei, empresa espiã, no centro da guerra comercial entre EUA e China, estão aliados com o PT e demais apaniguados contra a CPI da Lava Toga.

VEJA>>> Partido Comunista Chinês paga e Flávio Bolsonaro viaja com senadores do PT, DEM, PP e PSD pra negociar com empresa espiã

Jair, o patriarca, chefão da máfia bolsonariana, está destruindo a Lava Jato capando a PF, a RFB, depois de acabar com o COAF e por um PGR de cabresto. Todos estão vendo isso.

Não bastasse isso, o mafioso laranjeiro elogia o Jaques Wagner, chamado de O Passivo nas listas de propinas da Odebrecht.


METRO -  O senador Flávio Bolsonaro (PSL) revelou sobre sua postura plural, na Casa, ao ser questionado sobre sua relação com a oposição. “Falo com a oposição também”, disse o filho do presidente Jair Bolsonao (PSL). As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

Na oportunidade, ele elogiou o ex-governador da Bahia e atual senador Jaques Wagner (PT). “O senador Otto Alencar (PSD), por exemplo, não é da base, mas é muito importante. Wagner é uma pessoa super experiente, equilibrada. Ele me surpreendeu muito, apesar de ser do PT”, afirmou Flávio que vem se transformando em um dos principais articuladores das pautas do governo no Senado.

A reportagem detalha que ele mantém um estilo comedido e diferente dos irmãos: é discreto nas redes sociais, aberto ao diálogo fora das hostes do bolsonarismo e não costuma replicar o discurso raivoso contra os adversários. 

Segundo senadores ouvidos pelo jornal, inclusive da oposição, Flávio conversa bem com os opositores, encaminha aos ministros os pleitos de seus colegas de Casa, ajuda a criar entendimentos e acordos que fazem do Senado um ambiente muito menos hostil ao governo do que a Câmara.


Todos os Bolsonaros tomam a mesma posição de PT, PSOL, PCdoB contra a CPI da Lava Toga. Até Hélio Negão diz: 'CPI da Lava Toga não é o que define a luta contra corrupção'

 

Siga-nos nas redes sociais:


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
Junte-se a nós
X