Empresa chinesa visada por deputados foi proibida por Trump nos EUA por crimes de espionagem

Empresa chinesa visada por deputados foi proibida por Trump nos EUA por crimes de espionagem

Compartilhe nas redes sociais!

Alta traição?

O próprio site do PSL postou sobre a ida dos antas para a China, http://www.pslnacional.org.br/noticia/bancada-do-psl-vai-a-china-importar-sistema-que-reconhece-rosto-de-cidadaos


Olha o tamanho do problema que meia dúzia de achistas, aparecistas idiotas podem causar a um governo que trabalha duro para tirar o Brasil do abismo que o comunismo cleptocrata nos enfiou.


Parece que os 'retarda' brasileiros do PSL que foram à China agora vão entender o quanto suas ações repercutem no governo e o tamanho da responsabilidade que tem enquanto estão investidos de um cargo público de altíssima importância como deputado federal e senador da República.

É. Olavo tem e muita razão.

Uma das empresas cujos lobistas e representantes se reuniram com os tais deputados, embora neguem para se proteger de um linchamento político no Brasil, teve uma de suas executivas presa junto de outros em vários países, incluindo Canadá e EUA.

Nos EUA, Trump poibiu a tal da empresa por crimes gravíssimos envolvendo a segurança nacional e espionagem.

A proibição, no entanto, já tinha se dado muito antes, em meados de 2018 -  antecipando o que estava por vir.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta segunda-feira (13) um termo que proíbe o uso da tecnologia da Huawei e ZTE pelo governo do país.

A decisão deve agradar muitos republicanos, visto que grande parte acredita que as principais companhias de telecomunicações chinesas são uma ameaça à segurança nacional.

Em junho deste ano, o senado norte-americano aprovou uma emenda que estabeleceria a proibição da ZTE, que poderia causar o fechamento da empresa. O congresso aprovou a medida e agora a proibição deve entrar em vigor nos próximos dois anos.

Com a decisão, está proibido o uso de componentes ou serviços de ambas as companhias por serem considerados essenciais ou críticos para os sistemas em que eles são usados. Alguns componentes ainda podem ser utilizados, mas desde que não seja para rotear ou visualizar dados.

A medida também instrui agências governamentais, como a Comissão Federal de Telecomunicações, a priorizar o financiamento de empresas para que elas possam alterar sua tecnologia devido à proibição.

Em comunicado, a Huawei disse que a proibição é um "acréscimo aleatório ineficaz, equivocado e inconstitucional" e que eles "falharam em identificar os reais riscos de segurança e formas de melhorar a segurança da cadeia de suprimentos". A companhia chinesa também afirmou que a proibição vai aumentar os custos para consumidores e empresas.

Em 2012, ambas as empresas já haviam sido classificadas como ameaças de segurança e os Estados Unidos chegaram a recomendar que seus produtos não fossem utilizados.

(Fonte: The Verge via Canal Tech http://canaltech.com.br/seguranca/donald-trump-proibe-uso-de-tecnologias-da-huawei-e-zte-pelo-governo-dos-eua-120162/)


Mais uma vez?

Olavo Tem Razão

 

Quem em sã consciência compraria tecnologia comunista chinesa para ser espionado?

Bolsonaro dá dura no PSL sobre a ida da trupe de deputados à China: 'Poxa Bivar!'

Olavo de Carvalho deu nomes dos deputados e senadores que foram para China

Na China, Carla Zambelli resolve atacar Olavo de Carvalho e internautas dizendo: 'eu sou muito mais brasileira que muita gente aí'




(Post de Emerson Rodrigues, blogueiro, editor geral do FCSBR, aos blogues da mídia livre no Brasil e no Exterior contato@folhacentrosul.com.br) 

Siga-nos nas redes sociais:


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
Junte-se a nós
X