Lava Jato - arquivos: fatos vivos sobre a maior Operação de Combate à Corrupção da História

Lava Jato - arquivos: fatos vivos sobre a maior Operação de Combate à Corrupção da História

Compartilhe nas redes sociais!

#ArquivosVivos

#LavaJato
#OPovoNãoEsquece

Ministros apadrinhados por corruptos declaram Juiz que julgou corruptos parcial e suspeito

Relembre:

Delegado da PF que começou a Lava Jato disse: 'o pessoal do bem precisa se organizar'


LAVA JATO - ARQUIVOS. Essa é a página de arquivos da Lava Jato, contendo quase tudo o que foi noticiado aqui no FCS Brasil sobre a Operação, bem como artigos, debates, opiniões e estudos em geral.

Essa sessão também é uma homenagem à Moro, Detan e todos os membros da Lava Jato, heróis e heroínas que indistintamente se arriscaram e foram perseguidos no combate à corrupção sistemática, corrupção essa que continua no Brasil após acordão entre Bolsonaro e todos os demais ladrões do Centrão, seus sócios mafiosos de toga e outros quadrilheiros associados.

Os ladrões da República podem ter sabotado e assassinado a maior Operação de Combate à Corrupção da História do Brasil, reconhecida mundialmente.

Mas nós do FCS Brasil à partir de 22/4/2021, após a decisão infame dos 7 ministros do STF, rabos presos e a claramente à favor da ladroagem: Gilmar Mendes, Carmen Lúcia, Dias Toffoli, Kassio Nunes Marques, Alexandre de Moraes Rosa Weber e Ricardo Lewandowski, DE DECLARAREM MORO 'JUIZ PARCIAL, SUSPEITO', vamos lembrar à todos através dessa sessão 'LAVA JATO ARQUIVO', que A VERDADE É OUTRA.

Suspeitos e parciais são os ministros do STF que, por terem sido nomeados por políticos ladrões, (direta e indiretamente) investigados pela Lava Jato, deveriam se declarar suspeitos e, por isso, impedidos de julgarem Moro e qualquer outro membro da Operação.

Lembremos também dos que anularam as condenações de Lula ladrão por 8 a 2: Fachin, Rosa Weber e Cármen Lúcia, e também pelos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Luís Roberto Barroso.

===DOAÇÕES E CONTRIBUIÇÕES===

CONTRIBUA (SE QUISER, DE MANEIRA LIVRE E ESPONTÂNEA) E AJUDE A MANTER O TRABALHO DE ARQUIVO, PESQUISAS, OPINIÕES E ESTUDOS DO FCS  BRASIL EM MEMÓRIA DA LAVA JATO.

FAÇA SUA DOAÇÃO EM PAYPAL: [email protected]

Ou Pix para 036.338.409.07 (Banco NuBank) edição geral do FCSBR

ACOMPANHEM AS POSTAGENS DESSA SESSÃO E JUNTOS LEMBRAREMOS DA LAVA JATO E QUEM SABE, MANTEREMOS VIVA A CHAMA DA JUSTIÇA POR UM BRASIL MELHOR PARA TODOS.


A 1ª E A 2ª FASE A GENTE NUNCA ESQUECE

 

1.ª fase (Lava Jato) — Em 17 de março de 2014, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Lava Jato com prisões temporárias e preventivas de dezessete pessoas em sete estados, entre elas o doleiro Alberto Youssef. Apreenderam-se cinco milhões de reais em dinheiro, 25 carros de luxo, joias, quadros e armas.[1][2]

2.ª fase (Bidone) — Em 20 de março de 2014, a Polícia Federal deflagrou a Operação Bidone, cumprindo seis mandados de busca e um de prisão temporária, a do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa.[3]

ESTÁ DOCUMENTADO COMO REGISTRO HISTÓRICO MUNDIALMENTE NO WIKPÉDIA:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Fases_da_Opera%C3%A7%C3%A3o_Lava_Jato


 

Siga-nos nas redes sociais:



Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
X