Meras partículas de poeira cósmica pensantes...

Meras partículas de poeira cósmica pensantes...

Compartilhe nas redes sociais!

O que somos diante da imensidão cósmica, da incomensurabilidade da vida e da inefabilidade da existência?

'O que é isso, a Existência?

De onde veio tudo, de onde saiu Deus? E antes de Deus? E antes? E antes? Para que existe tudo, e qual será o objetivo final, o propósito final e o resultado final de tudo isso? Por que existimos?

A vida é sem sentido, vazia, triste, decepcionante, um tédio, uma loucura, fria, obscura? Ou ela é tudo isso mas também iluminada, irônica, quente, excitante, com coisas bonitas, alegres e que até fazem algum sentido?

Há um sentido maior ou nós criamos nosso próprio sentido?

[...] “Em algum remoto rincão do universo cintilante que se derrama em um sem-número de sistemas solares, havia uma vez um astro, em que animais inteligentes inventaram o conhecimento. Foi o minuto mais soberbo e mais mentiroso da “história universal”: mas também foi somente um minuto. Passados poucos fôlegos da natureza congelou-se o astro, e os animais inteligentes tiveram de morrer. [...] (NIETZSCHE, Friedrich – Sobre verdade e mentira no sentido extra-moral  (1873) - Os Pensadores, Abril Cultural, 1978).


PENSEM COMIGO...

Segundo o WorldOMeters, em 2021 teve aproximadamente 1 milhão de suicídios registrados em todo o Planeta.

Em 10/1/2022 já eram registrados 28.188 suicídios registrados em todo o Planeta.


Outro dia, passando a vista nas idiotizantes e desumanizantes redes umbrais sociais, vi um comentário de uma jovem mulher dizendo:

'A vida é ingratidão, desgraça, tristeza e decepção. Por mais que você dê o melhor de si, isso nunca bastará. Raras são as coisas boas. Rezo para Deus que essa vida passe logo para que eu possa descansar em paz'.

Também vi as notícias sobre duas pessoas que tiveram autorização para se suicidar por Eutanásia na Colômbia. O Victor (60 anos de idade) reclamava de dores inenarráveis, dificuldade de respirar, sequelas de AVC etc e travou uma luta pela liberação da Eutanásia durante 2 anos da Justiça até que conseguiu o que queria. (Veja lá se quiser). Já a Martha Sepúlveda (51 anos de idade), também lutou um tempão judicialmente e conseguiu o desligamento do corpo físico em 8/1/2022 (vide lá se quiser).

A organização que a acompanhou e defendeu sua Eutanásia, seu suicídio, disse após o procedimento: "Martha Sepúlveda concordou com a eutanásia e morreu de acordo com sua ideia de autonomia e dignidade" (Com CNN).

Marta tinha esclerose lateral amiotrófica (ELA). A mesma doença incurável e que lentamente vai destruindo o corpo físico até o complexo e doloroso colapso final.

Detalhe: Stephen Hawking, o maior cientista depois de Einstein, que estudou os buracos negros, teve a mesma doença e conviveu com ela dos 21 aos 76 anos quando morreu, após ter uma vida intensa de estudos, 2 esposas e 3 filhos.

Tanto Victor quanto Marta acreditavam que ao morrerem pelo suicídio autorizado pela justiça/Eutanásia, iriam 'descansar em paz'.

Já Hawking não acrditava em nada disso, apenas, que a vida é incomensurável.


A maioria dos tolos dizem: 'descansarei em paz'.

Só que não tem essa de 'descanse em paz'.

Como é que é?

Não existe 'descansar em paz?'.

Não.

A vida continua, com todos os BO´s daqui.

Ou seja, não tem escapatória. Não há como fugir da vida e de tudo que ela traz consigo, das menores à maiores coisas, boas ou más.

Acredite ou não, goste ou não, está mais do que provado por A+B, pelas religiões sérias, principalmente, pelos estudos da espiritologia moderna, pela física quântica, pela Conscienciologia e pelo Consciencialismo Realista, que A VIDA CONTINUA 'DO OUTRO LADO' E NÃO MUDA MUITA COISA DO QUE É AQUI.

O Filósofo Sócrates (470 a 399 A.C), disse, segundo o Livro Fédon sobre A Imortalidade da Alma do Platão:

 "Sim, o reviver é um fato, os vivos provêm dos mortos, as almas dos mortos existem, sendo melhor a sorte das boas e pior a das más'.

E mais adiante ele diz:

Afirmar, de modo positivo, que tudo seja como acabei de expor, não é próprio de homem sensato; mas que deve ser assim mesmo ou quase assim no que diz respeito a nossas almas e suas moradas, sendo a alma imortal como se nos revelou, é proposição que me parece digna de fé e muito própria para recompensar-nos do risco em que incorremos por aceitá-la como tal. É um belo risco, eis o que precisamos dizer a nós mesmos à guisa da formula de encantamento. Essa é a razão de me ter alongado neste mito".

Pois bem...

Todo o ser humano, isto é, todo o ser pensante, PODE fazer o que bem entender de sua vida. Isso se chama: LIBERDADE ou LIVRE-ARBÍTRIO.

Contudo, como diria Saulo de Tarso/Apóstolo Paulo: 'Tudo posso mas nem tudo me convém ou tudo me é permitido mas nem tudo me convém'.

E todos nós sabemos que sempre há consequências. Que consequências serão essas? Ninguém sabe com exatidão, apenas o tempo mostrará a cada um como será. Muitos acham que as consequências de suas escolhas boas ou más é castigo/punição ou benção/prêmio de Deus. Não. Deus nada tem a ver com isso. Tudo o que nos ocorre, dentro do que depende de nós, é apenas o resultado de nossas escolhas.

Então, todo ser pensante, todo ser humano pode sim se matar da maneira que quiser, seja por Eutanásia autorizada pela Justiça ou por over dose, um tiro na cabeça, ou pulando de um prédio etc. Isso se chama LIBERDADE, LIVRE-ARBÍTRIO', não é?

Pode, mas será que lhe convém?

Quer se matar? Ok. Se mate. É teu direito, teu livre-arbítrio.

Só saiba que 'não tem essa baboseira de 'descansar em paz'.

O Consciencialismo Realista diz:

'A vida continua, com todos os B.O´s. Há consequências. Mas como serão as consequências do outro lado, sobretudo, como será de fato o outro lado, ninguém tem certeza alguma. Há estudos, há menções, há relatos, há comunicações de todos os tipos, desde que a humanidade é humanidade, retratando cenários bons, meia boca, ruins, mas como a coisa será de fato, depende de cada um, conforme sua Evolução, sobretudo, depende do seu nível de compreensão da vida'.

Isto é: a vida continua. E em toda a vastidão de estudos sobre o 'outro lado', não há nada que indique que 'morreu, descansou', ou que 'fica passeando e coçando o saco, sem nada pra fazer, como se fosse férias eternas'.

'Há espíritos que só veem aquilo que querem ver', de fato.

Tem sujeito que fica anos, séculos e até milênios preso entre este e o outro mundo, no véu, porque não aceita que bateu as botas. E não vai pro além de fato.

O sujeito se suicida, acha que vai direto pro além e que vai se livrar de todos os B.O´s, dos problemas, mas ao sair do corpo físico em definitivo, vê que não tem nada do que lhe disseram, se desespera e, desinformado, cai na zumbilândia, no pesadelo vivo, e fica por aí, no véu, no 'intermundo', no corredor, amolando os 'vivos', parentes, amigos, com companhias muito desagradáveis na maioria das vezes, por todo o tempo que conseguir aguentar antes de elouquecer e se perder de vez.

De fato, a maioria, após a morte do corpo intrafísico, demora um pouco mas entende a situação e segue em frente, vai para o além de fato, lá para aquele lugar onde ninguém sabe com é exatamente e que é diferente para cada um, conforme a evolução e o nível de compreensão da vida.

Contudo, porém, tem um bando numeroso de sujeitos que ficam por aí perambulando e amolando, perdendo tempo, muitos, decepcionados com o 'descanse em paz'.

Por isso, trabalhe para ser melhor ou pelo menos, menos pior. Menos idiota, menos besta, menos ignorante. Se informe acerca dessas questões, porque, goste ou não, acredite ou não, a vida continua e estar informado é muito melhor que não ter informação alguma, não é?

O fato é que, no frigir nos ovos, mesmo como Espíritos em Revolução e Evolução, não passamos de 'meras partículas de poeira cósmica pensantes', diante da Imensidão Cósmica, da Incomensurabilidade da Vida, da Inefabilidade da Existência.

Por isso, busquemos ser melhores ou pelo menos, menos piores de fato, de verdade.

Vivamos a vida ao máximo, à mil, intensamente, valorizando a grandeza das pequenas coisas da vida, principalmente.

Vivamos com gratidão sincera, sem culpas, sem máscaras, sem quaisquer complexos âncoras limitadores, com amor, com tesão, com a fúria purificadora, nos compreendendo, nos aceitando, reconhecendo nossos traços fortes e nosso traços fracos, as  nossas gigantescas imperfeições e compreendendo e aceitando os outros e o mundo como eles são, com o mel e o fel.

Sejamos melhores do que isso que agora somos! Sejamos melhores para que no final da jornada da vida intrafísica, possamos olhar para trás, sobretudo, para nós mesmos, e dizer: 'Até que valeu a pena! Até que não nos saímos tão mal assim!".

Como todo o ser pensante, também já tive meus maus momentos de 'desejar desligar a tomada', seja pela gigantesca filhadaputagem de muitas pessoas desse mundo idiota, seja por burrice minha mesmo, mas ao final, resisti, refleti e venci a mim mesmo e decidi ficar até o final desse Titanic que é a Terra, como os músicos tocando e tentando suavizar a vida até o fim. 

De fato, de minha parte, posso dizer tranquilamente que eu tento viver da melhor maneira possível,  ser melhor ou, pelo menos, menos pior, desapegado das coisas materiais como forma de realização e de felicidade, em busca do esclarecimento e da verdade relativa de ponta em todas as coisas, observando os pequenos detalhes de vida em todos os momentos, nas maiores e nas menores coisas, ciente de minhas gigantescas imperfeições, manias, traços fortes e fracos.

E cada um pode fazer o que bem entender de sua vida, isso é LIBERDADE E LIVRE ABÍTRIO. Mas, ciente de que a vida continua, com todos os BO´s, que há consequências, boas e más.

'Mas e quem você pensa que é para tratar desses assuntos?', dirão alguns imbecis.

Respondo: uma mera partícula de poeira cósmica pensante, tentando ser melhor, ou pelo menos, menos pior, um dia de cada vez, diante da imensidão cósmica, da incomensurabilidade da vida, da inefabilidade da existência, com com ironia, com amor, com a fúria purificadora mas, sobretudo, com Gratidão, rumo ao Desconhecido dos desconhecidos.


E-Kan, Filosofia Supra Realista, Realismologia, 2022.

"O que somos diante da Imensidão Cósmica, da Incomensurabilidade da Vida e da Inefabilidade da Existência senão meras partículas de poeira cósmica pensantes, um milésino de Ironia, num segundo de Distração, dum minuto da Existência? Logo, todos os nossos problemas e crises não passam de piadas ridículas e insignificantes'. Tragicomédias ambulantes, é o que somos enquanto humanidade.

(E-Kan).


Uma pergunta pertinente que sempre surge a mim: por que você diz tanto palavrão?

Explico.

Em primeiro lugar, meu caríssimo animal pensante, como dizia a saudosa Dercy Gonçalves: "Palavrão, meu filho, é corrupção, é condomínio, palavrão é fome, palavrão é a maldade que estão fazendo com um colírio custando 40 mil réis, palavrão é não ter cama nos hospitais".

Sacou?

Depois, é muito simples, como diria Louis Pauwels, no livro O Despertar dos Mágicos:

[...] "Sabemos muito bem que a nossa visão das coisas se arrisca a parecer louca: é porque dizemos, rápida e brutalmente o que temos a dizer, da mesma forma que se bate à porta de um dorminhoco quando o tempo urge. [...]

Resumindo:

O TEMPO URGE. NÃO TEMOS TEMPO PARA PERDER. Muito menos, para dar voltas e voltas com eufemismos.

Ou como disse Denis Diderot:

'Uma palavra grosseira, uma expressão bizarra, ensinou-me por vezes mais do que dez belas frases'
 


LEIA TAMBÉM:


(Post de Emerson Rodrigues, editor geral do FCSBR, escritor e compositor. Há 18 anos na estrada escrevendo de maneira Livre e Realista sobre política, Brasil, Mundo, Extrafísica, Filosofia Realista e outras coisas. Tem 7 livros publicados de maneira independente: Teoria da Humanidade Zero, Redes Umbrais Sociais, Consciencialismo Realista, Um Diabo que Virou Mulher, Como políticos politicopatas e ricos corruptopatas roubam impunemente? Raul Seixas & A Filosofia, a arte de ser um maluco beleza e outros textos, estudos, pesquisas e análises).

(Vide Livros em: Clube dos Autores e também no Blog: Realismologia).

Parcerias, negócios, divulgações, publicidade em Banners e Publieditoriais no FCSBR, mandar Email para: grupokzcontato@yahoo.com.br)  - - - (Colaborações e doações ao FCSBR, via Pix: fcsbrz@gmail.com).

 

 

 

Siga-nos nas redes sociais:


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
Junte-se a nós
X