Milhões de pessoas dizem nem esperar mais Natal e Ano Novo: 'não sei o que vai ser da gente', diz Marileide e milhões de brasileiros na fila da desesperança e da miséria

Milhões de pessoas dizem nem esperar mais Natal e Ano Novo: 'não sei o que vai ser da gente', diz Marileide e milhões de brasileiros na fila da desesperança e da miséria

Compartilhe nas redes sociais!


Boisonaro, Luladrão e os ladrões do Centrão, os políticos politicopatas em geral das cidades até Brasília são reponsáveis por toda essa desgraça que se abate sobre o Brasil.

E eles, os políticos politicopatas, estarão de bolso cheio, comendo e bebendo do bom e do melhor enquanto milhões do povo passará Natal e Ano Novo e todo o ano de 2022, ainda, na mais terrível necessidade, sem ter praticamente o que comer.

E os ricos? Os podres de ricos das cidades até Brasília, por que não ajudam o povo em cada cidade deste Brasil? Porque a maioria, 99% dos ricos, são tudo uns FDP que só pensam no próprio rabo e em explorar e roubar o povo junto dos politicopatas.

E o povo? Grande parte do povão, historicamente alienado e dependente do Estado, num processo de 'humanidade zero' impulsionado pelas redes umbrais sociais, agravado pelas incapacitantes sequelas mentais, psicológicas e físicas da COVID-19 é incapaz de raciocinar direito e, por isso, incapaz de reagir contra até a pior das misérias e o pior dos abusos criminosos.


É TRISTE

Sabe aquele aperto no coração, aquela tristeza, aquela depressão incomensurável que dá quando se vê uma situação dessas?

É o que sentimos aqui no FCS  Brasil.

As reportagens falam dos 29 milhões de brasileiros que não terão auxílio emergencial  dem Dezembro. É uma esmola? É, mas ainda alivia em alguma coisa PARA QUEM NADA TEM. 

Mas há mais de 125 milhões de pessoas passando fome na Pandemia que ainda não acabou.


'NÃO SEI O QUE SERÁ DA GENTE'...

A reportagem do G1 mostra Marileide, na fila do último saque do auxílio na Caixa.

[...] Desempregada há três anos, Marileide Inácia, de 57 anos, sacou a última parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta-feira (18), após enfrentar fila na agência da Caixa na Encruzilhada, na Zona Norte do Recife. Como não está inscrita no Cadastro Único, sabe que não vai receber o Auxílio Brasil, novo benefício do governo federal que substitui o Bolsa Família.

 

"É rezar para ter comida na mesa. Natal, Ano Novo e essas coisas, não espero", afirmou Marileide.

 

Com o fim do auxílio emergencial, a Rede Brasileira de Renda Básica, instituição que reúne professores e pesquisadores, calcula que 29 milhões de pessoas ficam sem qualquer renda do governo.

“Em casa, sou eu e meu marido. Ele já recebeu a última parcela do auxílio, também desempregado. Daqui para a frente, a gente vai ter que contar com a sorte e ajuda de Deus. Sinceramente não sei o que vai ser da gente, estou contando com a esperança de que meu filho consiga um emprego, mas de certeza mesmo [que temos] é só a falta de dinheiro e a dificuldade", disse Marileide. [...]  (VEJA A REPORTAGEM COMPLETA NO G1, SE QUISER)


COMENTÁRIO

Tudo isso nos revolta e muito. As vezes nos dá vontade de pegar o desgraçado do Boisonaro e mandar ele direto pro umbral.

Mas temos de aceitar de maneira complacente que isso é consequência da própria escolha de grande parte do povão e que não há mal que perdure pra sempre.

Bolsonaro e Luladrão são dois grandes desgraçados mas há muito mais das cidades até Brasília que estão ricos nas costas do sofrimento desse povo alienado, ignorante e incapaz de se auto ajudar e até de reagir a pior das misérias.  

É um problema GRAVÍSSIMO e complexo.

Ps: aceitar a realidade terrível não significa que cruzamos os braços.  Seguimos combatendo.  Mas o povão precisa acordar das ilusões e se ajudar. Enquanto grande parte da humanidade se permitir ser idiotizada comerá o pão que os demônios amassaram cada vez mais. (Homi da Sakola)


(Post de Emerson Rodrigues, editor geral do FCSBR. Desde 2004 na estrada, escrevendo de de maneira, independente, livre e realista sobre política, povo, Brasil, Mundo, entre outras coisas. Email: [email protected])


LEIA TAMBÉM:

Texto: AS REDES UMBRAIS SOCIAIS

De: Eghus Kaninnri

Introdução:

"A maioria da humanidade já está 'morta em vida ou vivendo uma 'vida fake".
Em face do processo de 'Humanidade Zero', a maioria da humanidade já se encontra num irreversível e avançado estágio de decomposição e putrefação mental, moral, humano e espiritual, impulsionado pelas REDES UMBRAIS SOCIAIS que atuam dedicadamente para a idiotização, imbecilização, brutalização, a desumanização total da humanidade.
Emburrecidos e distraídos, bilhões de indivíduos se encontram incapazes de raciocinar direito e, por isso, são incapazes de reagir contra absurdos, injustiças e até mesmo contra a própria miséria.
Infelizmente, isso vai piorar muito até chegar à HUMANIDADE ZERO, de fato, A DESUMANIZAÇÃO TOTAL. 
Os textos  "Teoria da Humanidade Zero" e esse, "As Redes Umbrais Sociais", teorizam sobre alguns dos motivos do 'povão' no mundo todo estar cada vez mais abestalhado, idiotizado, brutalizado, gadizado, desumanizado, desligado da realidade, como que perambulando pelo mundo, feito zumbis.

LEIA O TEXTO COMPLETO NO BLOG DA REALISMOLOGIA  

Siga-nos nas redes sociais:


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
Junte-se a nós
X