Povão que troca voto por pinga, churrasco, festa, cesta básica, gasolina, 100zão e outras coisas um dia acorda pra realidade OU SE LASCA DE VEZ

Povão que troca voto por pinga, churrasco, festa, cesta básica, gasolina, 100zão e outras coisas um dia acorda pra realidade OU SE LASCA DE VEZ

Compartilhe nas redes sociais!

Ou se lasca de vez.

Povão: troca voto por pinga, churrasco, festa, cesta básica, gasolina, 100zão mas um dia acorda pra realidade

MAS, apesar de toda politicagem e toda ignorância, talvez um dia o povão de verdade, senão uma boa parte dele, acordará para a realidade, se engajará e fará a coisa certa 

Que realidade? A que mostra que: das cidades até Brasília, 99,999% dos políticos não valem bosta nenhuma!

Ou a realidade escancarada que todos os dias nos mostra: Um Brasil desgovernado mas com acordão entre politicopatas e togados de bolsos cheios enquanto rola confusão, caos e o povo segue na fila do osso, do desemprego, da fome, da desesperança


A verdade, ainda que tardia, sempre prevalece. Esse é o destino natural das coisas ou pelo menos, da maioria das coisas nesse e em todos os mundos possíveis.

Falemos neste Agora de Brasil e da questão política.

Apesar de toda politicagem  - (com velhos e novos populistas, uns mais violentos como Bolsonaro e sua turba, outros mais vingativos e igualmente violentos como Lula e sua turba, outros mais engomados e 'bons' ludibriadores como MBL e Vem Pra Rua, entre outros oportunistas politiqueiros de plantão)  - e toda ignorância que há em todos os níveis, acreditamos que um dia o povo de verdade, o povão, que é a verdadeira maiora, acordará, se engajará e fará a coisa certa, ou pelos caminhará nesse sentido.

Ao invés de agir como ainda age hoje em dia, isto é, não estando nem aí pro preço da banha, distante das manifestações e do debate político, levando tudo na brincadeira/zueira ou pior, em cada eleição, vendendo voto por pinga, churrasco, festa, promessa de emprego e por conversa pra boi dormir, gasolina, cesta básica, 50tão, 100zão, 200tão, enfim, por pura ignorância.

Diz o ditado: "um povo que não conhece o seu passado, está fadado a repeti-lo".

Sobretudo, quando este povo ignora suas más escolhas achando que assim escapa das consequências dessas escolhas.

Contudo, ainda que o império do populismo e da ignorância pareçam indestrutíveis, eternos, continuamos trabalhando na tarefa mais difícil que há: O ESCLARECIMENTO.

Assim, acreditamos que um dia, cedo ou tarde a maioria do povo ou pelo menos uma grande parte do povo de verdade, o povão de fato, há de despertar para a realidade em prol de uma faxina geral (pautada sobretudo na agenda da anticorrupção e da transparência) das cidades até Brasília, cobrando os empregados do povo (políticos eleitos e outros que vivem do dinheiro do povo) contra toda forma de endeusamento, bolha, seita e fanatismo.

Quando um dia o povão, que é a verdadeira maioria, for um pouco mais consciente, mais engajado, pegar no pé dos políticos pra valer, cobrar e jamais bajular, as coisas irão para um rumo melhor, mais positivo, justo, certo.

Até esse dia, resta a nós os espíritos conscientes, livres e realistas de fato, seguir, suportando o império da politicagem, do populismo, da demagogia, do cinismo, do oportunismo e da ignorância, trabalhando incansavelmente pelo nosso aprimoramento pessoal e em favor do aprimoramento coletivo, como autênticos espíritos em revolução e evolução que somos, CONSCIENTES DE NOSSAS IMPERFEIÇÕES E LIMITAÇÕES, apoiando as iniciativas sinceras, honestas, positivas e libertárias de fato, atuando sempre na defesa destemida da Liberdade e da Democracia, sempre, é claro, em busca da verdade relativa de ponta, pelo conhecimento, estudo, leitura, pesquisa, análise aprofundada mas simples, lógica e objetiva da coisa toda, considerando toda a experiência evolutiva sob o olhar realista do bom mas inquieto observador, sempre ligado e atento a tudo, sobretudo e principalmente, às reais intençoes das pessoas, e naquilo que sempre está nas entrelinhas, nas letras menores, entre aspas e vígulas, afinal, todos sabemos, o demônio sempre está nos detalhes.

Vigilantes e destemidos sempre trabalhemos pela Liberdade de fato e pelo ESCLARECIMENTO.


(Emerson Rodrigues, editor geral do FCSBR, aos blogues livres e realistas no Brasil e no Exterior)

 

REFLEXÃO:

Giordano Bruno enquanto era morto na fogueira disse: "que ingenuidade pedir a quem tem poder para mudar o poder".

Ou seja:

"que ingenuidade pedir ao Congresso de ladrões do Centrão pra esquecer o Bolsolão e derrubar o mandrião, sua galinha dos ovos de ouro e se explodir".


E ainda repetimos Giordano Bruno: ''Que ingenuidade pedir a quem tem poder para mudar o poder?'

Siga-nos nas redes sociais:


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
X