PF apreende mala com dinheiro em Operação contra ORCRIM de delegado da PF bolsonarista e empresários

PF apreende mala com dinheiro em Operação contra ORCRIM de delegado da PF bolsonarista e empresários

Compartilhe nas redes sociais!

 A PF Republicana e Patriota de verdade X PF miliciana e politicopata do corruptopata Bolsonaro.


MAISGOIÁS O delegado Eguchi (Patriota), candidato à Prefeitura de Belém (PA) apoiado por Jair Bolsonaro em 2020, foi alvo de busca e apreensão da Polícia Federal na manhã desta quarta (14).

Em um dos endereços visitados pelos agentes federais foi encontrada uma bolsa com notas de R$ 100 e R$ 50, além de outros valores. O total encontrado ainda não foi divulgado pela PF.

No segundo turno das eleições municipais de 2020, Bolsonaro defendeu o voto em Eguchi contra Edmilson Rodrigues (PSOL).

“Caso fosse eleitor em Belém/PA, certamente votaria”, disse Bolsonaro no Facebook em resposta a um eleitor do delegado. Eguchi perdeu a eleição.

O ex-candidato foi alvo da PF por suspeita de vazar informações de uma investigação, em 2018, que mirava uma organização criminosa envolvida na exploração ilegal de minério de manganês.

Segundo a PF, o vazamento trouxe prejuízo para a investigação porque os alvos tiveram conhecimento da operação que seria deflagrada e não foram encontrados no dia da ação.

Além do delegado Eguchi, a PF cumpre mandados contra seis empresários ligados à exploração de manganês no sudeste do Pará.

Os crimes investigados são os de violação de sigilo funcional, corrupção passiva e ativa e associação criminosa.

Siga-nos nas redes sociais:



Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
X