Brasil: mais de 502 mil mortos por COVID, 466.519 mortos por causas relacionadas, milhares de sequelados rumo ao INSS

Brasil: mais de 502 mil mortos por COVID, 466.519 mortos por causas relacionadas, milhares de sequelados rumo ao INSS

Compartilhe nas redes sociais!

Quase 1 milhão de mortos no período da Pandemia de COVID e causas correlatas á COVID-19, até agora.

Sem contar o número de 700 mil mortos por COVID, com as subnotificações.

Milhões de sequelados leves e moderados e milhares, mais de 37 mil sequelados graves que já buscaram o INSS ou a Justiça Federal, incapacitados para o trabalho.

E subindo.


É MUITO MAIS GRAVE DO QUE SE NOTICIA

 

RELEMBRE:

Bolsonaro disse que o Brasil não passaria de 800 mortes e rejeitou milhões de doses de vacina


Brasil tem mais de 466 mil pessoas mortas por causas correlatas da COVID-19 e registra 501.825 mortos em 20/6/2021. 502 mil em 22/6 e aumentando.

Brasil passa de 500.800 mortos de COVID-19 e 466.519 mortos por causas respiratórias totalizando 967.319 mortes no período da Pandemia

Há quem, falando de subnotificações, relate que o Brasil já teria passado 700 mil mortes, mas isso é mera especualação extra-oficial.

Contudo, o Brasil já esbarra em 1 milhão de mortos no período da Pandemia, por omissão e sabotagem às vacinas por parte de Bolsonaro, GENOCÍDIO ESSE FEITO com a ajuda degados fanáticos, também prefeitos e governadores que liberaram geral desde as eleições municipais de 2020, parte do STF e o PGR que fazem vistas grossas e com ajuda ainda de deputados e senadores da TROPA DE CHEQUE e do BOLSOLÃO.

O PT com suas aglomerações por Lula ladrão ajuda a disseminar mais ainda o vírus e ajuda Bolsonaro na tese macabra da imunidade de rebanho por maior número de infectados. 

Simples assim.

Milhões de sequelados leves a moderados e mais de 37 mil sequelados graves procuram o INSS em face da incapacidade laboral.

"NEM 800 MORTES"

 

 

A SABOTAGEM DE BOLSONARO

 

Siga-nos nas redes sociais:


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
Junte-se a nós
X