Bolsonaro é a Karol Conká da política elevado à enésima potência

Bolsonaro é a Karol Conká da política elevado à enésima potência

Compartilhe nas redes sociais!

BOLSONARO

R$ 1 milhão por mês com cartão corporativo de Bolsonaro é só um dos muitos gastos absurdos do desgoverno que torra R$ 1,8 bilhão em comilanças, quanto o povo morre e passa fome. 

Isso é só um décimo do total da tenebrosa bizarrice humana que Bolsonaro é na verdade.

Antes de ser Presidente, Bolsonaro fingiu ser um deputado federal na Câmara durante 30 anos.

Nos 30 anos comeu, bebeu e viveu com o bom e o melhor que o dinheiro do povo pode pagar a todos os sociopatas da política brasileira e enfiou toda a família na política transformando a vida mansa que a política pode dar num negócio multi-milionário.

Durante a campanha Presidencial, Bolsonaro mentiu, fingiu, dissimulou e passou até por algum tempo, certa imagem, para muitos, de 'homem de bem', 'o tiozão gente boa do churrasco que dá bronca em todo mundo' como dizia o 'Mamãe Falei'.

Mas, ao chegar na casa mais vigiada do Brasil, o Palácio do Planalto, Bolsonaro mudou totalmente seu discurso e aquele Bolsonaro da campanha,  o 'tiozão gente boa do churrasco' foi devorado por uma personalidade incomensuravelmente macabra, sinistra, sociopata, psicopata, do mal mesmo.

Veio a Pandemia e a personalidade trevosa de Bolsonaro ficou mais medonha ainda com atos diários de atentados à saúde, com exemplos absurdos de desrespeito à cuidados básicos, pregações contra a ciência e contra vacinas, sabotagem às vacinas, mentiras absurdas, crimes de superfaturamento de clorquina, negociatas com ladrões do centrão pra se manter no poder e livrar filhos ladrões e igualmente trevosos, enfim, uma infinidade de atos macabros comprovam a absurda psicopatia de Bolsonaro e escancaram a mudança do 'Tiozão gente boa do churrasco' para o soberbo, arrogante, vagal, mandrião, e altamente genocida' que prepara terreno para uma personalidade ainda  pior que deve se revelar antes das eleições de 2022 onde o povo então, por sorte, poderá fazer o mesmo que fez com Karol Conká e eliminar Bolsonaro e sua gangue da vida política e pública, talvez, não com com 99,17%  dos votos, mas com a maioria absoluta na maior rejeição da história política do Brasil.

BOLSONARO E KAROL CONKÁ

Por que dissemos que Bolsonaro é a Karol Conká da política, elevado à enésima potência?

Lógica simples, Bolsonaro e KC são, no momento, os mais rejeitados do Brasil por suas duas caras, falsidade, dissimulação, soberba, arrogância, e, sobretudo, pela forma como tratam os seus próximos bem como seus adversários, ou seja, com muito cinismo e com extrema crueldade, fazendo questão de demonstrar que não tem nenhum remorso, coisa bem típica dos psicopatas.

Contuo, ambos, personalidade como as de Bolsonaro e KC, quando pegos de calças curtas, quando levam a pior, como se pode ver em diversos momentos, partem para a dissimulação e como excelentes atores, fingem pedir desculpas, fingem que se arrependem, que não farão mais isso, mas todos os que estão atentos, sabem que é mentira, que é apenas uma engabelação e que só se comportam dessa maneira  até estarem 'estáveis/fortes novamente', sem ameaças ao redor, para seguirem sendo o que são, personalidades sem nenhum pingo de escrúpulos, remorso ou sentimento de commiseração, piedade ou misericórdia com os outros.

Personalidades psicopáticas como tais, vivem pelas próprias leis criadas à partir das coisas inomináveis que se passam em suas cabeças e nunca mudam daquilo que são em essência.

Seres do tipo do JB e da KC só aprendem alguma coisa, pouquíssima coisa, quando são totalmente derrubados, escrachados, detonados ao ponto de se verem como as pessoas que prejudicaram e mesmo assim não há certeza alguma de que o aprendizado servirá para alguma coisa, já que psicopatia é incurável. (Há exemplos de outros seres no corredor da morte ou prisão perpétua que não mudam e não ligam de não mudar, bem como não se arrependem e não dão a mínima para seus atos ou à quem prejudicaram terrivelmente, tal é a personalidade de um  psicopata)

O remédio para tais personaldades, infelizmente, é a dor, o sofrimento, a reprimenda mais pesada e a queda mais dura que se possa decretar a alguém nesse mundo, sim.

E, mais uma vez, nada disso é garantia que servirá para ajudá-los a melhorar. 

Claro, não é preciso nem dizer que Bolsonaro é um genocida em potencial, talvez um pouco diferente de KC.

Siga-nos nas redes sociais:





Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863
Leia também
X