Povo paga mais de R$ 13 bilhões para manter um bando de marajás no Congresso

Povo paga mais de R$ 13 bilhões para manter um bando de marajás no Congresso

Compartilhe nas redes sociais!

ATUALIZADO EM 27/11/2020

 

 

Ex-advogado do PT, Ex-advogado de empresas ligadas ao PCC e outros querem CENSURAR o povo

ALÉM DE TODA MORDOMIA NO CONGRESSO O GOVERNO DE BOLSONARO DÁ MAIS MAMATAS AOS SAFADOS DO PARLAMENTO.

TUDO PELO ACORDÃO.

Bolsonaro sanciona o fundão (que rouba dinheiro da saúde e da educação)

= Chefões do Centrão dizem que é: 'impraticável fazer campanha só com R$ 2 bilhões'

=Bolsonaro libera R$ 5,2 bilhões ao Centrão após ameaças de paralisação do Congresso

Gastos sigilosos de Bolsonaro chega a R$ 14,9 milhões


A perspectiva de gastos para manter o congresso de vadios, chantagistas, burros e bandidos aberto ultrapasse a marca dos R$ r12 bilhões em 2019 e R$ 13 bilhões em 2020.

VEJA>>> 2018 - Congresso tem custado mais de R$ 11 bilhões por ano ao povo brasileiro


VEJA>>> Câmara e Senado aumentam para mais de 16 mil o número de funcionários. A Maioria tem super-salários

REVEJA>>> O Brasil não tem dinheiro? Mas bilhões pro Fundão e cartão corporativo, milhões pra cotão e comilanças no STF e mil marajíces tem?

E AINDA>>>O país quase na miséria e Bolsonaro preocupado em criar mais um partido pro povo sustentar 


ANTES>>>

É essa a soma que o povo paga para manter um bando de ladrões com vidas de reis no congresso,

E por incrível que pareça ainda há endeusadores de políticos e burros encantados.

Esse, o Brasil.

E, pior, os vagabundos ainda fazem outra mil e uma negociatas por mais dinheiro, mais cargos para aprovar as imposições ditatoriais de um presidente igualmente vagabundo e ladrão.

REVEJA>>> Coroné Padilha diz que partidos fiéis terão mais cargos e dinheiro à vontade

===

 

Por que a maioria do povo brasileiro aceita tanta roubalheira, desemprego, miséria e ainda idolatra os ladrões??

Siga-nos nas redes sociais:






Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863
Leia também
X