Lewandowski foi indicado ao STF durante comilança de 'frango com polenta' com Lula

Lewandowski foi indicado ao STF durante comilança de 'frango com polenta' com Lula

Compartilhe nas redes sociais!

ATUALIZADO EM  30/08/2018


VEJA>>> Temer e Supremo cospem na cara do povo e se dão aumento com impacto de quase R$ 7 bilhões

VEJA>>>  Acordo pra salvar a todos, teve dedo de Lula, Renan, Lewandowski e outros. Temer sabia da tramoia


Ricardo Lewandowski, um dos 03 ministros que aprontam de tudo na 2ª turma, que já foi presidente do STF e que fatiou o Impeachment da Dilmanta, rasgando a Constituição entre outras peripécias.

SEGUNDO A REVISTA ÉPOCA, na época, Lewandowski assim foi indicado, durante comilanças de frango com polenta no ABC.

Inclusive o tal do Laerte Demarchi, amigão de Lula e do prefeito-sindicalista de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, é quem indicou o Lewandowski para o STF.

Tipo assim, se reuniram num dia para comer 'frango com polenta em São Bernardo do Campos-SP', beberam umas e UM DOS AMIGÕES, O DEMARCHI, disse a Lula, então presidente da República, tem um cara que pode ser muito útil pra nós no STF, vou te apresentar ele, Ricardo Lewandowski. Leva ele pra lá Lula e todos nossos problemas estarão resolvidos'.

E Lewandowski foi parar no STF. Fez cenas tragicômicas tentando enfrentar o Joaquim Barbosa no mensalão e agora é presidente da corte até o final de 2016, quando então deve assumir Cármen Lúcia.

Uma reportagem da Época, ainda de 2012, mostra a amizade dos petistas Lula, Marinho e Lewandowski:

Marinho, Lewandowski, Demarchi e Lula pertencem a um mesmo círculo de amigos – e o relacionamento dos quatro vem se estreitando nos últimos tempos.

O prefeito Marinho é um homem afeito a celebrações públicas. Nos últimos dois anos, organizou três homenagens a Lewandowski, cuja família fez história em São Bernardo. Lewandowski esteve presente a todas.

A mais recente foi no dia 28 de março, na Faculdade de Direito de São Bernardo, controlada pelo município. Lewandowski, com Marinho a seu lado, deu uma aula magna a um auditório lotado e foi saudado como o mais ilustre ex-aluno e ex-professor da faculdade.

Um mês antes, Marinho inaugurara uma escola de educação infantil com o nome da mãe do ministro, Karolina Zofia Lewandowska, morta em 2010. Em 2011, Marinho já homenageara Lewandowski por ele ter sido o primeiro presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural (Compahc) do município.

E MAIS:

Lewandowski ingressou na vida pública pelas mãos dos Demarchis. Quando Walter Demarchi, irmão de Laerte, era vice-prefeito de São Bernardo, entre 1983 e 1988, ele convidou o então advogado a ocupar a Secretaria de Assuntos Jurídicos.

O então prefeito, Aron Galante, mal conhecia Lewandowski. Ele recorda: “Foi a família Demarchi que indicou o secretário jurídico. Disseram: ‘Nós temos o Lewandowski’. Eu respondi: ‘Traz ele aqui’.

Nem o conhecia direito”. As famílias Lewandowski, de origem suíça, e Demarchi, sobrenome italiano, se conheceram em São Bernardo no final do século passado e se estabeleceram no mesmo pedaço de terra que hoje abriga o bairro Demarchi. Os Lewandowskis tinham um sítio onde fica hoje o condomínio de alto padrão Swiss Park, ao lado do restaurante e onde os Lewandowskis mantêm uma casa.

A família Demarchi se orgulha de ter sugerido o nome de Lewandowski quando surgiu uma vaga no Supremo.

“O único favor que pedimos ao Lula, que foi meu irmão Laerte quem pediu, foi para que ele colocasse o Ricardo como ministro, porque não sei que ministro ia se aposentar (era Carlos Velloso). O Lula falou: ‘Tudo bem’”, afirmou Walter Demarchi a ÉPOCA. (REVEJA O ARTIGO)

O FATO É...

O fato é que a história da perseguição aos bonecos está levando Lewandowski para o buraco.

Tanto que os demais ministros do STF estão querendo afastá-lo da turma que julga a Lava Jato no Supremo.

O certo seria, afastar, prender todos os metidos em mutretas, e baní-los da vida pública e jurídica, convocando novos ministros, de preferência, a maioria com carreira jurídico-militar, ou os tipos Moro da vida, sem qualquer ligação com partidos.

Mas, isso é apenas uma estranha utopia.


E VEJA SÓ>>>

R$ 20 milhões de reais (do dinheiro do povo) para a campanha do presidiário do PT

Siga-nos nas redes sociais:


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
Junte-se a nós
X