Recuperados da COVID-19 morrem por fungo da mucormicose

Recuperados da COVID-19 morrem por fungo da mucormicose

Compartilhe nas redes sociais!

ESCAPA DE UM, MORRE COM OUTRO>>>

CUIDADO EIN! SENÃO VOCÊ DANÇA!

BRASIL:

  • Um paciente de 71 anos, diagnosticado com Covid-19 e suspeita de "fungo preto", morreu na quarta-feira (2), em Campo Grande (MS)

  • Segundo o UOL, o idoso apresentou os primeiros sintomas do vírus em 9 de maio. No entanto, segundo o jornal, apenas no dia 18 daquele mês teve diagnóstico positivo para a doença

  • A mucormicose, conhecida também como “fungo preto”, é causada por fungos da ordem Mucorales e atinge pulmões e pode mutilar seios da face (VIA YAHOO)


A COISA JÁ EXISTE, MAS, COM A COVID-19, SE VÊ MILHARES DE CASOS NA ÍNDIA E MUITOS CASOS NO BRASIL.

A coisa que começou lá na Índia, com milhares de casos, começou no Brasil e já são 29 casos notificados em pelo menos 3 Estados.

Na Índia, a situação que atinge e mata milhares e no Brasil, os sintomas, similares a da COVID-19, aparecem até 18 dias, especialmente em pessoas com baixa imunidade e comorbidades, após a dita 'recuperação da COVID-19' e precisa ser tratado rápido senão é morte na certa.

Ainda não se sabe a relação das mortes pelo fungo a Cepa Indiana. Mas é bem provável que tenha alguma relação mortífera com a circulação da mesma pelo Brasil.

INFOS SOBRE O BICHO FEIO

 

NO ENTANTO, DIZEM QUE NO BRASIL, NÃO HÁ MOTIVO PARA PÂNICO

 

UM VÍDEO DA BBC BRASIL EXPLICA O QUE VEM A SER O FUNGO PRETO


Brasil passa de 474 mil mortes na Pandemia. Bolsonaro confirma passeio de moto em SP


'Histórico de Atreta': Queiroga e ajudantes dizem que dá pra fazer a Copa América porque atleta é atleta


Com STF e CPI levantando e quebrando sigilos, Carluxo pira o cabeção e atira pra todo lado


Anotações apreendidas pela PF mostram Olavo de Carvalho e Allan dos Santos bolando como pegar dinheiro do governo: 'sem limites'


Bolsonaro manda? Exército impõe sigilo de 100 anos no caso Pazuello


TCU desmente Bolsonaro sobre mortos por COVID: 'não há informações sobre o assunto'

Siga-nos nas redes sociais:



Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.

Leia também
X