O vírus contra-ataca: variantes turbinam a COVID e preocupam cientistas pelo mundo

O vírus contra-ataca: variantes turbinam a COVID e preocupam cientistas pelo mundo

Compartilhe nas redes sociais!

Coronavírus contra-ataca

Com as novas variantes, especialmente, as variantes brasileira e africana, o vírus demonstra que está avançando e evoluindo muito mais rápido que a capacidade de construção de vacinas.

E mesmo as vacinas atuais, só apresentam alguma proteção por alguns meses.

Ou seja, as vacinas atuais NÃO CURAM A COVID-19, são apenas meios paliativos de conter o avanço e a evolução do vírus para algo muito pior enquanto se ganha tempo para tentar encontrar uma vacina que de fato cure e extermine o vírus de vez. 

MORTOS DO COVID PASSAM DE 2,8 MILHÕES, COM 131 MILHÕES DE CASOS CONFIRMADOS E 105 MILHÕES DE RECUPERADOS.  https://www.worldometers.info/coronavirus/?

VARIANTES TURBINAM O SARS-COV-2 CAUSADOR DA COVID-19 E IMPULSIONADOR DE OUTRAS VÁRIAS ENFERMIDADES QUE PODEM LEVAR À MORTE RAPIDAMENTE 

 

 


Uma preocupação inquietante sobre a COVID

As vacinas não curam, apenas evitam um quadro pior, mais grave da doença.

Mas, a doença está evoluindo mais rápido que as vacinas por causa da circulação desenfreada de pessoas pelo mundo.

O vírus SARS-COV-2 está evoluindo rapidamente e algumas variantes como a brasileira e a africana se mostram potenciais candidatas a superar as vacinas em breve e isso tem esquentado a cuca das maiores mentes científicas pelo mundo.

Quem já pegou a COVID-19 E SE RECUPEROU NÃO ESTÁ IMUNE, APENAS SE RECUPEROU DA PRIMEIRA PAULADA, DIGAMOS.

ADEMAIS... mesmo vacinada, uma pessoa pode contrair o vírus, apresentar quadros leves a moderados e transmitir o vírus.

Resumindo: com 131 milhões de pessoas que já foram infectadas, embora recuperadas, mas ainda não imunes totalmente, se o vírus evoluir ao ponto de superar as vacinas, vai ser uma hecatombe macabra em todo o Planeta.

A CURA PARA A COVID-19 DE FATO TALVEZ NUNCA SEJA DESCOBERTA. 

Ou seja, a humanidade pode estar irremediavelmente doente e sem saber o que esperar da próxima cepa do vírus assassino.

REVEJA>>>

OMS disse que a pandemia pode levar 5 anos para ser controlada e o vírus nunca sumirá da Terra

 

Siga-nos nas redes sociais:






Quer receber novidades sobre a política e o que está acontecendo no Brasil e no mundo?
Clique aqui e cadastre-se: +55 42 9 9147-7863
Leia também
X