FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
02/12/2019   

Deputado propõe o fim da circulação de motos 'no corredor' entre carros

Juscelino Filho (DEM-AM), que falta um monte nas sessões da câmara, é o imbecil do deputado que propõe essa idiotice que dificilmente funcionará ou será cumprida no País.


O IMBECIL DO DEPUTADO EM QUESTÃO QUE TALVEZ SEQUER DIRIGE UM CARRO, MUITO MENOS MOTO, TEM>>> 22 assessores, gastou já em 2019, R$ 1,1 milhão de verba de gabinete e R$ 334 mil de cotão parlamentar. VEJA NO SITE DA CÂMARA.


O TEMPO Relator da comissão especial criada pela Câmara dos Deputados para discutir mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) sugeridas pelo Poder Executivo, o deputado federal do Maranhão Juscelino Filho (DEM) anexou um projeto substitutivo que inclue, entre vários temas, a proibição do tráfego de motocicletas entre carros em movimento.

Pela polêmica sugestão, ainda sem data prevista para ser votada pela comissão, as motos só poderiam passar entre duas faixas de rolamento quando os veículos estiverem completamente parados em semáforos ou a menos de 10 km/h.

Mas há exceções. Pelo texto, a circulação das motos no corredor de trânsito poderá ser autorizada pelo órgão responsável pela via desde que sejam apresentados estudos técnicos prévios que comprove a necessidade do tráfego das motocicletas entre os veículos.

O que diz a lei hoje?

Criado em 1997, o CTB não especifica qualquer limitação sobre a circulação das motos nos corredores de trânsito. No artigo 192, a única exigência é que o motociclista não pode “deixar de guardar distância de segurança lateral e frontal entre o seu veículo e os demais”. Apesar disso, é notório que tal regra é praticamente ignorada pela maioria dos motociclistas, sobretudo nas grandes cidades.


Centrão impõe fundão de até R$ 6 bilhões e obriga Governo a liberar R$ 5,2 bilhões em emendas





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



ROBERTO PLINBOI

LAVA TOGA EM 1999

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X