FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
08/08/2019   

Bolsonaro sobre pacote Anticrime de Moro: 'não pode causar turbulência. Lamento, mas [Moro] tem que dar uma segurada'

 Mais do mesmo>>>

E o povo desempregado, com menos direitos, que siga refém da bandidagem assassina que toma as cidades do Brasil?

Excludente de ilicitude previsto no pacote Anticrime que se exploda? Que policiais sigam sendo mortos sem poder atirar pra se defender sem correr o risco de irem presos?

Vergonha!


Mais uma vez, Bolsonaro mostra a que veio. Manter a mesma velha politicagem, com toma lá dá cá e tudo, mas com a pose de conservador, de família, e todo o papo furado de um novo populismo que convence apenas fanáticos e imbecis.

Bolsonaro tem cogitado a recondução da Dodge como PGR ou pior, a condução de Aras, entusiasta do Lulismo na PGR.

Bolsonaro fez vista grossa pro pedido do filho senador, Flávio Bolsonaro, que levou Toffoli a suspender investigações do COAF e RECEITA contra toda a politicagem.

Bolsonaro agora, CORROBORANDO O ACORDÃO FEITO NA CASA DO GELEIA, diz pro Moro ficar quieto com o pacote Anticrime que já está sendo desfigurado na câmara, impunemente.

Lamentável.

Mas, o fato é um só. Bolsonaro come na mão do Centrão, do STF e da esquerdalha, tudo, para nomear o filho como embaixador e salvar o outro da cadeia pelo laranjal com o Queiróz.


O ANTAGONISTA RELATA:

O pacote anticrime de Sergio Moro é uma das bandeiras do governo e deveria ser tratado como prioridade absoluta. Ao que parece, pelo que disse hoje, Jair Bolsonaro não pensa assim.

O presidente afirmou que a tramitação da proposta não pode atrapalhar o andamento das reformas no Congresso.

“Tem que conversar com o Moro. Teve alguma reação do Parlamento e você não pode causar turbulência. Lamento, mas tem que dar uma segurada”, disse Bolsonaro.

“Eu não quero pressionar e atrapalhar, tumultuar lá [no Congresso]. Tantas outras propostas e não enviamos para não atrapalhar a Previdência. Quando manda uma proposta para lá, já tem alguns deputados e senadores que passam a ser contra uma proposta minha. É natural, fiquei 28 anos lá dentro. ‘Olha, se essa proposta for para frente, eu não voto a Previdência’. É o jogo, tem que saber jogar.”

Bolsonaro pediu “paciência” ao ministro. “Moro está vindo de um meio onde ele decidia com uma caneta na mão. Agora não temos como decidir de forma unilateral. E temos que governar o Brasil”, afirmou.

“Entendo a angústia dele em querer que o projeto dele vá para frente. Entendo, mas nós temos que diminuir o desemprego, fazer o Brasil andar, abrir o nosso comércio. Sabemos que uma pressão em cima da reforma dele agora atrapalha um pouco a tramitação dessa ‘reforma-mãe’. Eu tenho falado com ele. Um pouco mais de paciência.” https://www.oantagonista.com/brasil/bolsonaro-pede-para-moro-dar-uma-segurada-no-pacote-anticrime/


Como governos anteriores: governo Bolsonaro pede empréstimo de R$ 3 bilhões para pagar 'compra de votos/emendas'

Bolsonaro toma café com Geleia, Lex Luthor de Moraes e cogita reconduzir Dodge como PGR







ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



DÓRIA ENSINA BOLSONARO

AMAZÔNIA DOS BRASILEIROS

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X