FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
29/01/2021   

ROMU da GM prende sujeito por agressão no Centro de PG

AGRESSOR PRESO

RELATÓRIO: A Guarda Civil Municipal através da equipe ROMU ALPHA em ronda ostensiva pela região central quando foi acionada por munícipes que relataram ter visto uma moça sendo agredida por um rapaz e que viram quando um casal ainda brigando entrou em um Edifício na mesma via que a equipe se encontrava.

Foi realizado o deslocamento até o local, onde a porta encontrava aberta e foi visualizado um cidadão visivelmente transtornado no corredor do prédio no mesmo momento em que uma moça que estava no interior do apartamento conseguiu sair e se aproximar da equipe.

O cidadão J.L.F, não acatou a voz de abordagem e correu para dentro do apartamento se trancando no local e dizendo que não sairia e que era pra equipe prender bandido"Já a senhora R.L.V.R relatou a equipe que tem um relacionamento com o rapaz a cerca de um ano, e que depois de uma discussão por conta de um aparelho celular da mesma, ele começou a agredi- la.

Ainda na via publica, que deu tapas em seu rosto, e que apertou em seu pescoço vindo a joga la na calçada e continuou as agressões dando chutes nas sua costas, pernas e depois disso entrou no edifício levando o celular dela onde a mesma foi atrás de J. para pedir seu celular e que no corredor do edifício novamente ele veio agredi -la apertando seu pescoço e jogando a no chão e dando mais chutes, proferindo palavras de baixo calão e dizendo que ia acabar com a vida dela.
Momento em que um vizinho a ajudou e ela conseguiu sair de próximo do agressor exato momento em que a equipe entrou no edificio.

Relato ainda que segunda a senhora R. boa partes das agressões foram filmadas pelas câmeras de monitoramento do edifício.

Diante disso e através de diálogo a equipe conseguiu com que o senhor J. abrisse a porta do apartamento e viesse para a parte externa.

Onde diante dos fatos relatadas e do interesse de representação da vítima foi dado voz de prisão do mesmo, lido seu direitos constitucionais, foi necessário o uso de algemas de acordo com a sumulo vinculante 11 do STF e encaminhado ambas as partes para a 13 SDP para providencias cabíveis.
 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



100 MILHÕES DE DADOS

MÁSCARAS CONTINUAM

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X