FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
16/01/2020   

Reforma feita nas coxas cria fila de 2 milhões de pedidos que geram o caos no INSS

Bolsonaro disse que vai contratar militares.

Ou seja, vai contratar 7 mil militares (que não entendem nada do assunto para analisarem  os pedidos com os técnicos incompetentes que ganham até R$ 20 mil por mês e que nada fazem que preste).

Pior, o sistema da DATAPREV é uma merda que nunca funcionou e que se encontra em adptações e reprogramações em face da reforma idiota da previdência que gerou essa caos todo.

Os militares da reserva serão remunerados com acréscimo de 30% ao atual soldo, como previsto na recém-aprovada reforma previdenciária dos militares. A operação vai custar R$ 14,5 milhões por mês.

Segundo o governo, a força de trabalho dos militares permitirá ao INSS analisar todos os pedidos atrasados em seis meses, de abril a setembro. No ritmo em que estava, isso só seria possível num prazo de 17 meses. Até o final de março, o Ministério da Defesa vai selecionar os militares que, voluntariamente, poderão se candidatar aos cargos.

A espera no INSS já era grande no início de 2019, quando muitos funcionários do órgão começaram a se aposentar. Um dos incentivos foi a incorporação de uma gratificação à aposentadoria, obtida em negociação com o governo após uma greve em 2016. (VIA O GLOBO)

VEJA MAIS AQUI SE QUISER





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



GOELA X DOMÉSTICAS

LAVA TOGA EM 1999

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X