FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
02/07/2019   

Exército presta tributo a Major Nazista que foi assassinado por guerrilheiros da extrema esquerda em 1968 no Brasil

O EB postou no Twitter:

 

E no seu site: http://www.eb.mil.br/web/noticias/fatos-historicos/-/asset_publisher/QKzf8DsobUm1/content/tributo-ao-major-eduard-ernest-thilo-otto-maximilian-von-westernhagen-oficial-alemao-assassinado-no-brasil-por-um-ato-terrorista-em-1968


QUEM FOI O DITO MAJOR A QUEM O EB PRESTOU TAL HOMENAGEM?

Em 1 de julho de 1968, três integrantes da organização, João Lucas Alves, Severino Viana Colon e José Roberto Monteiro assassinaram a tiros um oficial no bairro da Gávea, acreditando ser o oficial boliviano, quando na verdade se tratava de um major do exército alemão e ex-combatente do exército nazista na 2ª Guerra Mundial, Edward Ernest Tito Otto Maximilian von Westernhagen.[4] Amílcar Baiardi era o responsável por redigir o documento onde o COLINA assumiria o atentado caso os guerrilheiros não retornassem da missão com vida. Diante do equívoco, a organização não assumiu a autoria do atentado. Já em novembro daquele ano, João Lucas foi preso e torturado até a morte. Três meses mais tarde, foi a vez de Severino, que foi encontrado morto em sua cela sob alegação de suicídio. Valdivo de Almeida foi preso em 1970 e solto anos mais tarde.  (WIKIPÉDIA)


O QUE PARECE ESTAR POR TRÁS DISSO?

Um recado claro de que o EB está se alinhando a Bolsonaro contra a extrema esquerda.

O que vem depois?

Guerra Civil?

Só Deus sabe.


Bolsonaro: 'Respeito todas as Instituições, mas acima delas está o povo, meu patrão, a quem devo lealdade'

 

 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



TUDO CHAPELUDO

MEDIDA DA CENSURA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X