FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
15/05/2019   

Governo mudará nome do 'Minha Casa, Minha Vida' e promete casas 'mais perto do centro das cidades'

A velha tática manjada do arcaico populismo: 'vamos doar terrenos pro povo construir mais perto do centro'.

Quem em sã consciência acha que o governo, o sistema, o mecanismo, vai simplesmente doar alguma coisa, dar, fazer 0800, na faixa?

O fato é que o governo Bolsonaro está mudando de nome algumas coisas e dizendo que é 'coisa nova'.

Espera-se que ao menos mude pra valer, que seja fiscalizada a coisa toda e que o povo tenha direito a uma moradia decente.


VALOR ECONÔMICO DIZ:

O governo trabalha em um novo programa habitacional para substituir o Minha Casa, Minha Vida. A iniciativa terá uma abordagem na qual o subsídio do programa estará vinculado à doação de terrenos da União nas regiões mais centrais das cidades e ao financiamento do incorporador do projeto pelo FGTS,  além de permitir que no mesmo empreendimento haja unidades comerciais e de serviços.

 Um dos objetivos é evitar o que os gestores públicos consideram um dos maiores problemas do Minha Casa, Minha Vida: o afastamento dos mais pobres para bairros e cidades distantes de seus trabalhos. A intenção é lançar o novo programa habitacional na primeira quinzena de julho, quando a lei do MCMV completa dez anos, e fazer um piloto para testar o modelo ainda neste ano.

A ideia é que famílias de diferentes faixas de renda convivam no mesmo empreendimento, que poderá ainda contar com parques, atrações turísticas e outras possibilidades. E a incorporadora seria responsável por administrar esse projeto durante o período de "concessão" de 20 a 30 anos. Hoje, somente na União existem cerca de 700 mil imóveis mapeados.






ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



LOBÃO X RADICAIS

DOC KENNEDY

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X