FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
27/11/2020   

O 'lulinha' de Bolsonaro e sua 'empresa de eventos'

 Tráfico de influência, abuso de autoridade, promiscuidade entre negócios do governo e negócios da família.

DIZ O ANTAGONISTA:

Renan Bolsonaro, seguindo o caminho de Lulinha e Luleco, abriu uma empresa de eventos.

Entre os patrocinadores, destacam-se a administradora do estádio Mané Garrincha e um empresário do Espírito Santo, que já foi levado pelo filho do presidente para uma reunião com o ministro Rogério Marinho, a quem apresentou seus projetos.

O presidente da empresa capixaba, John Lucas Thomazini, disse candidamente à Veja que foi recebido pelo ministro por influência do próprio Jair Bolsonaro:

“O Renan começou tudo, levou para Brasília. O projeto foi enviado para o pai dele, que o encaminhou para o Ministério do Desenvolvimento Regional.”


VEJA TAMBÉM>>>
 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



URNAS ELETRÔNICAS

AIDS TEM CURA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X