FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
28/06/2020   

Médica de 88 anos ficou 50 dias intubada por COVID-19, se recuperou e voltou ao trabalho

ESPERANÇA EM MEIO AO CAOS>>>

VIA BBC BRASIL -   Um período de recomeço. Assim a médica Angelita Habr-Gama, de 88 anos, descreve o seu retorno ao centro cirúrgico do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo (SP), em 4 de junho.

Naquele dia, ela conduziu a sua primeira cirurgia após retornar ao serviço, depois de passar 50 dias em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do mesmo hospital em que trabalha, após contrair a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Uma das mais renomadas gastroenterologistas do país, Angelita se tornou uma paciente em estado grave, em meados de março. Os pulmões dela foram comprometidos pela covid-19. Com dificuldades para respirar por vias naturais, a médica teve de ser intubada. Apesar de não ter comorbidades, ela era considerada do grupo de risco em razão da idade.

'Não achei que resistiria. Era um quadro muito grave', diz Angelita à BBC News Brasil.

A médica foi internada em 18 de março. Na data, segundo dados do Ministério da Saúde, havia 428 casos do novo coronavírus no Brasil e quatro mortes confirmadas. Quando ela recebeu alta, em 10 de maio, eram mais de 161,6 mil casos e 11 mil mortes pelo vírus no país.

VÍDEO DE BBC BRASIL

 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



ESTAÇÃO ESPACIAL

AIDS TEM CURA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X