FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
22/05/2016   

Seguem fazendo o povo de palhaço enquanto tentam livrar a cara de Lula

Um das notícias da semana: "Teori inclui mais provas na denúncia contra Lula na Lava Jato".

O povo gostaria de ver e ler: Teori devolve inquéritos com todas as provas ao Juiz Moro em Curitiba-PR. Não é?

O fato é que, Janot, Teori e o alto escalão do STF e da PGR, Renan, aliados de parte do 'novo governo', seguem blindando Lula. (Todos rabos presos, afinal, falar o que Lula falou nas gravações e todos ainda manterem-se defendendo-o? Aí tem, não é?)

REVEJA: Operação da PF indica que Lula usou sobrinho pra pegar propinas de obras em vários países

REVEJA: Teori enrola e não devolve inquéritos sobre Lula para a 'República de Curitiba'

A verdade é que, vendo que o povo não se manifesta mais nas ruas, anestesiado e ludibriado com novas velhas promessas do 'novo governo', Janot, Teori, alto escalão do STF e demais agentes do Lulo-petismo dentro das instituições ainda petizadas/aparelhadas, seguem segurando os Inquéritos pesados contra Lula e cia Ltda, evitando que tudo volte às mãos do Juiz Moro, o que levaria o Brahma e seus parentes à cadeia possivelmente.

Que objetivo teriam, ao segurar as coisas e blindar o sujeito, senão livrar a cara do mesmo? (Espera-se passar o tempo, rezam pro povo esquecer tudo e aí tudo fica de boas. Essa, a tática).

Diz O Globo:

(RELEMBRE, AO LADO, ALGUMAS 'FAÇANHAS DE TEORI)

O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a inclusão de mais provas no inquérito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por suspeita de participar da tentativa de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Os novos elementos surgiram a partir da delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS) e reforçam a tese de que Lula tinha relação estreita com o banqueiro André Esteves. Os três já foram denunciados no inquérito.

JANOT DIZ QUE NÃO VISLUMBRA CRIME

O pedido para a inclusão desse trecho da delação de Delcídio no inquérito foi feito em abril pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Segundo a delação de Delcídio, Esteves é um dos principais financiadores do Instituto Lula. No documento, o procurador-geral se mostra convencido do “relacionamento estreito entre André Esteves e o Instituto Lula”.

Janot esclarece que o fato isoladamente não constitui crime. Entretanto, “o contexto das doações é extremamente relevante para algumas investigações em curso, tanto em relação ao ex-presidente (especialmente a que trata de possível prática de crime de lavagem de dinheiro envolvendo o pagamento de suas palestras), quanto a relacionada à própria organização criminosa do caso Lava Jato”.

As informações do depoimento de Delcídio também passarão a integrar o maior inquérito da Lava Jato no STF, em que 39 pessoas já são investigadas e outras 30 devem entrar em breve, inclusive Lula.

Por que seguram tanto os inquéritos pesados, aqueles que realmente dão cadeia a Lula e seus comparsas?

Simples, devolvam os Inquéritos com as provas pesadas que estão com Teori e Janot ao Juiz Moro e todos verão como é que se faz.

Claro, é importante destacar, que enquanto o povo não pegar pesado, ir pras ruas de volta, o chefe da facção vai seguir impune e ainda rindo da cara do povo, ao incitar a militontíce pelo Brasil.

 

 

 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



AIDS TEM CURA

GRIPE ESPANHOLA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X